Você viu?

São Paulo é cidade com mais Jenifers no Tinder; hit do verão alavanca buscas pelo aplicativo

Música de Gabriel Diniz é a mais tocada no Brasil

O cantor Gabriel Diniz e as atrizes com quem ele contracena o videoclipe da canção "Jenifer", aposta pra hit do verão 2019
O cantor Gabriel Diniz e as atrizes com quem ele contracena o videoclipe da canção "Jenifer", aposta pra hit do verão 2019 - Divulgação

Amanda Nogueira
São Paulo

"O nome dela é Jenifer/ Eu encontrei ela no Tinder", diz o refrão do novo hit do verão, "Jenifer", do cantor de forró Gabriel Diniz. A faixa é a mais ouvida no Brasil, com mais de 21 milhões de reproduções no Spotify e 94 milhões no YouTube.

Na vida real, é mais provável encontrar história parecida em São Paulo. Segundo um ranking divulgado pelo aplicativo de encontros nesta terça (15), a cidade é recordista no número de usuárias com o nome Jenifer, seguida do Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte e Curitiba.

Lançada em setembro, a faixa surgiu de uma brincadeira de amigos e foi composta por um coletivo de oito pessoas que dividia uma casa em Goiânia, o Big Jhows. 

Segundo contam, os amigos lanchavam quando uma garota chegou e abraçou um deles. Ao ser questionado se ela era sua namorada, o rapaz respondeu que não, que a havia conhecido no Tinder. Seria a inspiração para Jenifer.

A faixa chegou a ser comprada pelo cantor sertanejo Gusttavo Lima, que desistiu de gravá-la por não ser "de família", e vendeu os direitos a Diniz. Depois de estourado, o hit ganhou versão em eletrônica por Alok, clipe com a atriz Mariana Xavier e até paródia em alemão.

 
 

O sucesso impactou também no interesse pela empresa citada no refrão. “O Tinder está adorando o entusiasmo dos brasileiros com a música 'Jenifer'", disse a empresa, que não divulga dados relacionados ao crescimento de número de usuários ou hábitos dentro do aplicativo.

Dados do Google Trends mostraram que as buscas por Tinder dobraram na última semana, quando a faixa desbancou "Atrasadinha", de Felipe Araújo e Ferrugem, na liderança das paradas musicais do Spotify e do YouTube.

Nos últimos 30 dias, o interesse pela marca foi maior em Santa Catarina, Espírito Santo, Rondônia, Rio Grande do Sul e Piauí, respectivamente. A ferramenta do Google não disponibiliza os números exatos, apenas o ranking. 

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem