Você viu?

A avó que deu bolo de aniversário a bebê desconhecido para homenagear neto que morreu antes de nascer

Ato de uma mulher que perdeu o neto gerou um movimento

O menino David, filho de Kesha Campbell, e o bolo de aniversário que ganhou de Vanessa Philips
O menino David, filho de Kesha Campbell, e o bolo de aniversário que ganhou de Vanessa Philips - Kesha Campbell/Arquivo Pessoal/BBC

Descrição de chapéu BBC News Brasil

Em 13 de outubro, um ato de ternura uniu quatro desconhecidos em Jacksonville, nos Estados Unidos. Tudo começou com um gesto silencioso de uma avó chamada Vanessa Philips.

Naquele dia, ela foi a uma padaria e pediu para pagar anonimamente pelo bolo de um ano de alguma criança que estivesse fazendo aniversário. Sua nora havia sofrido uma perda gestacional um ano antes, quando o bebê tinha cinco meses e meio. A avó, então, queria dar o presente a outra criança, em memória do neto falecido.

A BBC falou com a família que recebeu a gentileza. Kesha Campbell disse que foi até a padaria para buscar o bolo que havia encomendado para a festa de um ano de seu filho David e que achou que fosse um engano quando a loja comunicou que a sobremesa já estava paga.

Depois, acabou aceitando o presente. "Eu considerei que tinha recebido uma benção e continuei o meu dia", explicou Kesha, que levou o bolo para a festa do filho.

No meio tempo, Nick DeClemente, o vendedor que atendeu Vanessa Philips, ficou tão comovido com a história que postou no Facebook.

Uma semana depois, um amigo de Kesha Campbell compartilhou o post com ela. "Quando eu vi o nome do meu filho no recibo do bolo, eu fiquei chocada", disse.

A identidade da avó que havia feito a doação acabou sendo revelada nas redes sociais. "Eu a encontrei (Vanessa) e agradeci pelo que tinha feito. Que Deus abençoe seu coração e a alma desse bebê", disse Kesha.

O vendedor Nick DeClemente explicou que, em 20 anos no comércio, nunca tinha visto um gesto como esse. "Para mulheres cujos filhos morrem antes de nascer, é uma dor muito difícil de lidar, mas elas acham formas de homenagear as crianças que perderam", comenta.

Ele conta que, quando Vanessa Philips pagou pelo bolo, foi um "momento muito bonito". "Estou prestes a ter um filho, então foi emocionante falar com Vanessa. Eu quis espalhar sua mensagem, o que ela estava fazendo para seu neto que não chegou a nascer".

Vanessa contou para a imprensa local que, no ano passado, sua nora descobriu que o coração do seu bebê de cinco meses e meio tinha parado de bater. Para honrar a memória do neto, que ganhou o nome de Christian, a família pensou em comprar um bolo para outra família, "para fazer seu filho feliz".

A nora de Vanessa engravidou novamente e, hoje, ela e o marido têm uma filha de seis semanas, chamada Harper.

A história levou muitas mulheres a compartilharem suas vivências de perda gestacional nas redes sociais. "Eu fiquei emocionada porque eu tenho um filho que morreu com três semanas de vida. Minha mãe nunca fala dele, celebra seu aniversário ou algo do tipo. Ainda machuca, mesmo 25 anos depois", escreveu uma delas.

Outra mulher comentou: "Você nunca vai saber a dor e o dia a dia depois de perder uma criança em que você depositava tantos sonhos e esperanças".

"Eu espero que as pessoas encontrem paz e descubram uma boa ação que também possam fazer", declarou DeClemente.

Por Georgina Rannard, BBC UGC e Social News

BBC News Brasil
Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem