Você viu?

Fantasia 'sexy' de série sobre opressão a mulheres causa polêmica nos EUA

Feminista, 'O Conto da Aia' conta a história de sociedade distópica

Fantasia 'sexy' de série sobre opressão feminina causa polêmica nos EUA
Fantasia 'sexy' de série sobre opressão feminina causa polêmica nos EUA - Reprodução/Yandy

São Paulo

Uma fantasia "sexy" de Halloween, inspirada na série americana "The Handmaid's Tale - O Conto da Aia", exibida no Brasil pelo canal Paramount, causou furor nos Estados Unidos nos últimos dias. E no pior sentido possível. 

Isso porque a roupa, vendida pela rede varejista online Yandy, foi acusada de sexualizar o tema da série, que retrata uma sociedade distópica onde mulheres são subjugadas por um governo opressivo. 

"Nossa sociedade não leva o estupro de mulheres reais a sério, por que levaria a sério o estupro de mulheres ficcionais?", questionou uma usuária do Twitter na rede social.

A repercussão negativa foi tão grande que a própria marca retirou a fantasia do mercado. "Durante as últimas horas, ficou óbvio que [a fantasia] está sendo vista como um símbolo de opressão das mulheres, e não de seu empoderamento", disse a companhia em uma nota oficial divulgada no Twitter.

 

"Isso é uma pena, uma vez que não era nossa intenção de maneira alguma. Nossa inspiração inicial para criar a peça foi a constatação de seu uso nos últimos meses como uma poderosa imagem de protesto", comunicou a marca. "Dada a resposta sincera, apoiada pelas numerosas histórias pessoais que recebemos, estamos removendo a fantasia de nosso site".

Na série parodiada pela fantasia, as mulheres tiveram seus direitos retirados por um governo autoritário, que as força a gerar crianças e a atuar como escravas. A personagem principal descreve-se como "um ventre com duas pernas". 

Inspirada no livro homônimo da escritora canadense Margaret Atwood, "The Handmaid's Tale" é uma das séries mais celebradas do momento. 

Em 2017, foi a grande vencedora dos prêmios Emmy, uma espécie de Oscar da televisão, com 11 estatuetas. Neste ano, conquistou três Globos de Ouro, incluindo o de melhor série dramática. 

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem