Você viu?

Youtuber pede desculpas após ser acusado de racismo em tuíte sobre Mbappé

Júlio Cocielo disse que jogador 'conseguiria fazer uns arrastão top na praia'

Júlio Cocielo em show - Marcus Leoni - 13.nov.16/Folhapress

São Paulo

Após causar polêmica com um comentário no Twitter sobre Kylian Mbappé, jogador da França que marcou dois gols na vitória por 4 a 3 sobre a Argentina, o youtuber Júlio Cocielo pediu desculpas.

Neste sábado (30), dia do jogo, Cocielo escreveu, no Twitter, que Mbappé "conseguiria fazer uns arrastão top na praia". O tuíte foi apagado após Cocielo ser acusado de racista por internautas.

Segundo Cocielo, o comentário se referia à velocidade de Mbappé, não à sua cor de pele

"O tuíte foi interpretado de mil formas diferentes e gerou uma enorme discussão. De qualquer forma, não existe justificativa, isso fez eu me sentir muito mal só de imaginar ter sido uma pessoa escrota. Arrependido e aprendido! Lição pra vida! Nunca mais se repetirá! [...] Peço desculpas publicamente", escreveu Cocielo em nova publicação no microbolg.

Cocielo, de 25 anos e natural de Osasco, tem mais de 7 milhões de seguidores no Twitter, mais de 16  milhões de inscritos em seu canal principal no Youtube, o Canal Canalha, e cerca de 4 milhões no canal secundário, que leva seu próprio nome. Ele fala sobre jogos online, faz paródias de músicas e realiza desafios enviados por seus seguidores. Em maio deste ano, ele se casou com a modelo Tata Estaniecki. 

Júlio Cocielo pede desculpas após ser acusado de racismo em tuíte sobre Mbappé
Júlio Cocielo pede desculpas após ser acusado de racismo em tuíte sobre Mbappé - Reprodução Twitter
Youtuber Júlio Cocielo pede desculpas após ser acusado de racismo em tuíte sobre Mbappé
Youtuber Júlio Cocielo pede desculpas após ser acusado de racismo em tuíte sobre Mbappé - Reprodução Twitter
Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem