Você viu?

'Gemidão do WhatsApp' leva Justiça a determinar que homem peça desculpas a prefeita piauense

Regina Coeli, a vítima, é a administradora do município de Pio IX, no Piauí

'Gemidão do WhatsApp' faz Justiça determinar que homem grave pedido de desculpas a prefeita piauense
'Gemidão do WhatsApp' faz Justiça determinar que homem grave pedido de desculpas a prefeita piauense - Reprodução

São Paulo

O juiz José Eduardo Couto de Oliveira determinou, em audiência ocorrida no dia 5 de abril, que um homem, identificado como Rogério Antão, grave um vídeo de retratação com um pedido de desculpas por ter ofendido a prefeita de Pio IX (PI), Regina Coeli (PSB), 

A decisão se refere a uma montagem feita por Antão com uma foto de Coeli como se fosse uma entrevista em vídeo. Ao clicar no link, a pessoa ouvia o "gemidão do WhatsApp", viral das redes sociais

"O autor do fato se compromete a respeitar a vítima, pedindo desculpas pelo ocorrido, bem como fazer um vídeo e divulgá-lo no mesmo grupo de WhatsApp em que ocorreu a divulgação do vídeo ofensivo", escreveu o magistrado em sua decisão.

Ainda segundo o juiz,  Antão deverá dizer as seguintes palavras: "Meu nome é Rogério Antão e quero aqui me retratar da postagem ofensiva que fiz a prefeita Regina, pedindo as minhas mais sinceras desculpas e me comprometendo a respeitá-la".

O F5 não conseguiu localizar Antão e sua defesa. Segundo o portal G1, o advogado de Antão disse que seu cliente não tem interesse em falar sobre o caso com a imprensa, e cumpriu o que foi acordado com a Justiça. 

Coeli não respondeu o pedido de entrevista da reportagem até a publicação deste texto. 

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem