Você viu?

Curvatura da espinha feminina é mais atraente do que tamanho do bumbum, diz estudo

A preferência masculina por mulheres de bumbum grande caiu por terra segundo um novo estudo de psicologia evolutiva. Na verdade, o que mais atrai homens heterossexuais é outro fator estético: o formato da espinha dorsal.

Segundo a pesquisa, feita pela Universidade de Austin, no Texas, homens tendem a procurar por um tipo específico de espinha em suas parceiras sexuais.

Em outras palavras: não é sobre o tamanho, é sobre o formato do cóccix. E isso é explicado pelo fato de que mulheres com a espinha curva são mais propensas a ter partos bem-sucedidos.

Os pesquisadores examinaram o jeito como a espinha se junta ao bumbum, chamada de "calço" vertebral, na esperança de provar que a curva de 45,5 graus entre os dois é objetivamente mais atraente que ângulos menores ou maiores.

Essa curvatura ajudaria mulheres a ter uma gravidez mais confortável, pois distribui o peso do bebê em toda a pélvis. Em teoria, ter a curvatura ideal da espinha teria ajudado as mulheres na pré-história a ficarem mais ágeis durante a gravidez, o que era essencial em tempos de vida nômade.

Crédito: The University of Texas at Austin Estudo comparou diferentes curvaturas de espinha. A de 43º foi considerada a mais atraente
Estudo comparou diferentes curvaturas de espinha. A de 43º foi considerada a mais atraente

Liderados pelo psicólogo David Lewis, da Universidade de Bilkent, na Turquia, os pesquisadores pediram a 100 homens para ranquear fotos manipuladas que mostravam diferentes graus de curvatura espinhal. As espinhas super-curvas (acima de 60º) foram rejeitadas, assim como a mais reta, de 26º. Já a de 43º, considerada a curvatura mais saudável, foi a favorita.

Para provar que a massa do bumbum é irrelevante, os cientistas também pediram aos homens que escolhessem entre três tipos de silhueta: uma com curvatura reta e bumbum protuberante, outra com curvatura média e bumbum "fitness" e outra com bumbum menor, mas curvatura maior. E a tese conseguiu ser provada: os homens preferiram a silhueta com menor bunda, mas maior curvatura.

"Essa estrutura espinhal teria ajudado as mulheres grávidas a equilibrar o peso da barriga sobre os quadris", explicou o Dr. Lewis. "Essas mulheres foram mais eficientes em se alimentar durante a gravidez e menos propensas a sofrer danos nas costas. E os homens se sentiam mais atraídos por mulheres que eram mais hábeis em lhes dar herdeiros".

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias