Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

BBB22

BBB 22: Pedro Scooby diz que não precisa fumar maconha, pois 'já nasci assim'

Surfista revela que passou madrugada 'na folia dentro do quarto com a patroa'

Pedro Scooby - Globoplay
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Engana-se quem pensa que as pausas que dava o surfista Pedro Scooby no Big Brother Brasil 22 (Globo) eram por causa de maconha como sugeria a trilha sonora dos memes aos quais ele foi protagonista. "Eu nem preciso, já nasci assim", brincou durante papo com Ana Maria Braga no Mais Você.

Segundo ele, um déficit de atenção é o responsável pelos momentos de "viajada" que ele dava na casa e que viraram uma marca registrada das edições do quadro "O Brasil tá vendo", às terças-feiras.

"Aqui fora isso não é tão forte. Isso nunca me atrapalhou na escola. Na profissão também não me atrapalhou. Mas no BBB os pensamentos atravessavam minha cabeça e até eu notava que estava viajando", disse.

Agora fora do BBB, Scooby disse que nem dormiu nesta noite, mas o motivo foi muito especial. Ele, que é morador do bairro carioca de Curicica, mesma região do Projac, pode dormir com a esposa, a modelo Cíntia Dicker.

"Eu corri pra folia dentro do quarto com a patroa. Ainda não dormi. Foi animado", divertiu-se. Ele também espera cair no samba em pleno Carnaval. "Sou fã do Carnaval e vou pra Sapucaí esta noite. Também não vejo a hora de ver meus filhos."

Desde o começo do jogo que Scooby parecia que ficava mais feliz com a vitória dos outros do que com a dele próprio. "Eu pude mostrar como sou na minha essência, nas minhas relações e na vida. Quando saí pensei em todas as coisas boas. Me sinto vitorioso pela vivência", contou.

No momento em que aceitou entrar na casa mais vigiada do país, ele vivia seu melhor momento e atualmente era o número 2 do mundo em ondas gigantes. Mas nem por isso ele se arrepende de ter entrado no BBB.

"Foi um momento de reflexão. Sempre levei a vida curtindo, trabalhando e não lembrava num tempo que parei para refletir sobre minha vida. Entrei não sabendo o que me esperava, mas nunca olhei para a vitoria, aceitei pela experiência", disse.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem