BBB20

BBB 20: Família de Marcela diz apoiar romance com Gizelly e que sister é favorita ao prêmio

Médica tem um irmão trans que resolveu fazer a transição há três anos

Marcela é uma das favoritas a ganhar o BBB 20
Marcela é uma das favoritas a ganhar o BBB 20 - Reprodução/@marcelamcgowan
São Paulo

Ela não é famosa e não entrou no BBB 20 (Globo) com a mesma pompa que os influenciadores convidados. A ginecologista e obstetra Marcela Mc Gowan, 31, porém, tem roubado a cena no reality. Em pesquisas de intenção de voto ela já desponta como a grande favorita a vencer o prêmio de R$ 1,5 milhão. E muito por causa de sua postura dentro da casa.

Na atração, Marcela já abordou o feminismo de forma didática para explicar aos homens quais atitudes não eram legais. Também foi contra o plano de Hadson de tentar seduzir as moças casadas para que elas se complicassem com o público. Sua indignação levou a ala feminina da casa a se voltar contra a masculina, pedindo por mais respeito e consideração.

Todos esses fatos fizeram com que Marcela ganhasse popularidade. De acordo com a irmã dela, a empresária Mariane Mc Gowan, 38, Marcela saiu de 26 mil seguidores para quase 3 milhões em pouquíssimos dias. Só no final de semana do paredão de Petrix, ela angariou 1,7 milhão de seguidores em 48 horas. “Acredito que seja a maior ascensão de um participante não famoso da casa”, comenta ela.

E por falar na família de Marcela, segundo a irmã, todos estão muito felizes com a participação da médica de Rancharia, no interior de SP. “Está sendo incrível, a gente está super orgulhoso. Recebemos mensagens de gente no Japão, no Canadá, parabenizando a minha mãe pela criação da filha. Ela está fazendo uma mudança na cabeça das pessoas sem ser uma militante chata”, diz Mariane.

O tema do feminismo sempre foi uma vertente na vida de Marcela, mas a questão ficou ainda mais latente há três anos. Isso porque, diz a irmã, ambas têm um irmão trans que resolveu fazer a transição. E foi nessa época que Marcela resolveu entender melhor todo esse tema e defende com unhas e dentes o público LGBT.

Marcela revelou ser bissexual no programa. Foi com esse episódio que o senso crítico e de humanidade foi ficando mais apurado. O feminismo também é um dos assuntos que norteiam os cursos e palestras que a sister dá pelo Brasil.

E se depender da família, Marcela terá apoio incondicional caso resolva abrir seu coração para a advogada Gizelly, que já disse estar apaixonada pela amiga de confinamento. “A gente está esperando, porque a Marcela ainda não tem muita noção do sentimento de Gizelly. Tudo o que ela decidir a gente vai apoiar. Parece ser uma boa amiga e seria bem-vinda na nossa casa”, comenta.

Mariane conta que a família não tem dúvidas de que Marcela é mesmo a favorita e que vai ganhar o prêmio. Caso isso se confirme, ela tem o sonho de abrir uma clínica de parto humanizado para atender as mulheres de forma digna. E também quer instalar uma pousada na região de Caraíva (BA), para relaxar e descansar.

“Ela é muito calma e seria difícil explodir lá dentro. Teria de acontecer um caso extremo de machismo para ela sair do prumo. Só os meninos que podem tirá-la do sério. Mas ela não é de bater de frente, tanto que quando aconteceu o episódio na casa, ela foi chorar. Mas acreditamos que agora Marcela não sofra mais. Vai ganhar”, finaliza a irmã.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem