Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Televisão

The Masked Singer: Daiane dos Santos é a sétima desmascarada

Ex-ginasta testou positivo para Covid-19 e precisou deixar o programa

A ex-ginasta Daiane dos Santos foi a sétima desmascarada do The Masked Singer
A ex-ginasta Daiane dos Santos foi a sétima desmascarada do The Masked Singer - Reprodução
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Daiane dos Santos foi a sétima desmascarada da 2ª temporada de The Masked Singer Brasil (Globo).

Os jurados elogiaram a importância da ex-ginasta para o Brasil. Taís Araújo elogiou a responsabilidade social de Daiane. "Não basta ser um atleta de ponta, tem que saber o que você representa para o país e o quanto você é capaz de modificar o país, não só com o seu esporte, mas também com as suas palavras."

"Que felicidade a minha ser essa representatividade, essa presença", afirmou Daiane, em transmissão a distância. "Espero que eu possa ter transmitido um pouco da alegria dessa ursinha sonhadora e que vocês possam se inspirar, assim como eu vou me inspirar nela também, para enfrentar esses dias que, às vezes, são tão difíceis para a gente." Ela participa do Encontro nesta segunda-feira (13).

No início do programa, após interpretar a música "Happy", a apresentadora Ivete Sangalo informou que o jurado Eduardo Sterblitch e a mascarada Ursa não iriam participar do episódio, já que testaram positivo para a Covid-19. "Mas todos fiquem muito tranquilos porque eles estão vacinados, sem sintomas e seguindo as orientações médicas. Aqui no The Masked Singer Brasil a gente segue rigorosamente os protocolos e todos os envolvidos na produção estão testados antes da gravação."

Em função disso, a Ursa foi desmascarada da semana. "A ursinha, infelizmente, vai ter que se despedir mais cedo da nossa competição", disse Ivete. A edição deixou claro, em uma tarja na tela, que o programa foi todo gravado em janeiro.

O primeiro combate triplo foi entre Caranguejo, que cantou "O Amor e o Poder", Pavão, que soltou a voz com "Show das Poderosas", e a dupla Lampião e Maria Bonita, que cantaram "Crusin'". O crustáceo com aparelho foi escolhido pelo público como a melhor apresentação. Os outros três mascarados avançaram para a próxima etapa.

No segundo embate, Abacaxi cantou "Bom" e enfrentou Cachorro, responsável por "Tá Escrito" e Leoa, que performou "Levitating". A felina foi a mais votada pela plateia e Abacaxi e Cachorro garantiram vaga no programa.

O último combate trouxe "Meu Lugar", interpretado por Dragão, "Ironic", na voz de Borboleta, e "Metamorfose Ambulante", conduzida por Camaleão. E Borboleta foi quem mais agradou o público presente na gravação.

Depois das apresentações, Rodrigo Lombardi, porta-voz dos jurados na semana, anunciou o Caranguejo como a melhor apresentação do dia. Luísa Sonza, convidada da vez, elogiou a apresentação de Leoa.

Já foram desmascarados nesta temporada Gretchen, que estava fantasiada como Rosa, Dudu Nobre, fantasiado de Bebê, Leticia Colin, que era a Motoqueira, Beto Barbosa, como Bot, Heloisa Périssé, a Coxinha, e Juan Paiva, o simpático Robô.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem