Televisão

Luísa Sonza vira apresentadora e diz que quer ser mais dona da própria vida

'Muitas vezes deixei a sociedade e as pessoas assumirem esse papel'

Luísa Sonza estreia como apresentadora no Multishow Felipe Gomes/Divulgação

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Eligia Aquino Cesar
São Paulo

A estreia de Luísa Sonza, 23, como apresentadora já tem dia e horas marcados. Neste sábado (7), às 20h, vai ao ar no Multishow Prazer, Luísa, atração na qual a cantora e compositora vai falar não só a respeito da própria intimidade, mas também sobre a construção de seu mais novo disco, o recém-lançado "Doce 22".

Para Sonza, fazer o programa é mais do que uma honra e uma alegria, é o reconhecimento de uma carreira que ela vem construindo desde 2014, quando publicava covers de músicas conhecidas em seu canal no YouTube.

"Chegar nesse lugar é muito gratificante, além de dar a sensação de que tudo valeu a pena e que estou no caminho certo como artista. Vai ser incrível falar de "Doce 22" e também do meu trabalho", disse em conversa com a imprensa realizada na quarta-feira (4).

Serão no total cinco episódios, já gravados, nos quais Sonza receberá os cantores Dilsinho, 29, Lulu Santos, 68, Jão, 26, e Pocah, 26, para debater temas como amor, relacionamentos na mídia, amizade, feminismo, sororidade, cancelamento, liberdade e sexualidade, sempre tendo a música como fio condutor. O último episódio será um especial musical.

"Todos os momentos do programa foram muito gostosos, mas é óbvio que no palco cantando é o único lugar em que me sinto feliz e completa", destacou Luísa Sonza. "Fiquei muitos anos buscando e vivendo para a música. O amor da minha vida é e sempre será meu trabalho. Ninguém tira isso de mim."

Sonza conta que teve total liberdade na criação de Prazer, Luísa, inclusive em detalhes do cenário. Foi dela, por exemplo, a ideia de convidar a humorista e influenciadora digital Pequena Lo para a equipe, quando perguntaram a opinião dela sobre ter uma coapresentadora no programa.

"Amo muito a Pequena Lo! Ela é uma humorista perfeita, certeira, rápida", elogia. "Achei que o estilo dela agregaria muito ao programa, até por eu ser meio enrolada na minha fala." Ela conta, ainda, que Pequena Lo aceitou o convite rapidamente, o que a deixou muito feliz.

Além do programa exibido no canal pago, haverá dois conteúdos produzidos apenas para o canal Música Multishow no YouTube. O primeiro deles é um minidocumentário chamado "Faixa a Faixa", no qual a artista explica, ao lado de compositores e produtores, como foi o processo de criação das músicas do novo álbum, além de mostrar imagens de bastidores das gravações de "Doce 22".

Já nos quatro episódios de "Destilando Haters", Sonza receberá convidados para responder sarcasticamente a comentários maldosos da internet entre um drinque e outro. Aceitar participar de um quadro nestes moldes pode sinalizar um amadurecimento da cantora na forma de lidar com discursos de ódio e cancelamentos.

Em maio, ela se afastou das redes sociais em meio a uma onda de ataques de haters após a morte do filho do ex-marido dela, o comediante Whindersson Nunes, que nasceu de forma prematura depois de apenas de 22 semanas de gestação. Abalada, ela chegou a adiar o lançamento do novo trabalho para cuidar da saúde mental, e o hiato chegou ao fim em julho, quando ela anunciou "Doce 22".

"Acho que tenho muito a evoluir e melhorar, estou só no começo, mas pretendo ser uma artista e uma pessoa melhor e estar eternamente em evolução", diz a cantora. "Cada vez quero ser mais narradora e dona da minha vida. Acho que muitas vezes deixei a sociedade e as pessoas assumirem esse papel e cada dia mais tenho pegado as rédeas e dito 'sou isso aqui e essa é a minha história'. Eu tenho esse direito", finaliza.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem