Televisão

SBT lidera audiência com a transmissão da final da Copa do Nordeste

Emissora também foi líder na média geral da competição

Logo do canal SBT - Gabriel Cardoso/SBT
São Paulo

No último sábado (8) o SBT transmitiu a decisão da Copa do Nordeste. Diretamente da Arena Castelão, em Fortaleza, o público pôde acompanhar, com exclusividade na TV aberta, o jogo entre Ceará e Bahia. A emissora alcançou o primeiro lugar de audiência nas cidades das equipes, Fortaleza e Salvador.

Em Fortaleza, o canal marcou 22,1 pontos na média, 45% de share e 30,1 pontos de pico. O índice foi 196% maior que o da emissora que estava em segundo lugar na audiência, sendo que, no mesmo horário, ela marcou 7,5 pontos. A terceira colocada registrou 1,6 de média.

Na cidade do Bahia, Salvador, a emissora também alcançou o primeiro lugar isolado. O SBT marcou 16,7 pontos de média, 32% de share e 25 pontos de pico. O índice foi 66% maior do que a segunda colocada, que teve 10,1 de média. O terceiro lugar teve 6,7 de média.

O vencedor da Copa do Nordeste foi o Bahia, após uma disputa por pênaltis, em que o time de Salvador fez 4 gols contra 2 do Ceará. Antes dos pênaltis, o placar agregado dos jogos de ida e volta estava empatado, 2 a 2.

Porém, a liderança na média de audiência não ocorreu apenas no título do Bahia. Segundo a assessoria da emissora, o SBT também teve o maior índice na média geral de toda a Copa do Nordeste, que iniciou a transmissão em fevereiro deste ano.

O canal exibiu 12 partidas, e na média geral ficou em primeiro lugar, também isolado, nas cidades de Fortaleza e Salvador. Na capital do Ceará, a média da competição alcançou 13 pontos, enquanto a segunda colocada ficou com 11,1 e a terceira com 3,9. Já em Salvador, o SBT registrou 11 pontos na média geral, a segunda colocação registrou 10,9 e a terceira 7,7 de média.

Em Fortaleza, um ponto do Kantar Ibope equivale à mais de 12 mil domicílios com TV, e mais de 36 mil pessoas com televisão. Já em Salvador, o ponto equivale a cerca de 14 mil casas com o aparelho televisivo e 36,6 mil indivíduos.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem