Televisão

Em Mestres da Sabotagem, cozinheiros caem em ciladas para conquistar prêmio

Programa apresentado por Sergio Marone será exibido pelo SBT e pelo Discovery

Lançamento oficial do reality Mestres da Sabotagem” Beatriz Nadler/SBT

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Uma cozinha com diversos participantes disputando um prêmio em dinheiro não é novidade no mundo dos programas de TV. Porém, o Mestres da Sabotagem, que estreia neste sábado (24) às 22h30 no SBT, tem uma reviravolta: não basta cozinhar bem, tem que fugir do boicote dos colegas.

Com apresentação de Sergio Marone, o programa vai funcionar assim: a cada semana, quatro chefs de cozinha recebem R$ 25 mil cada um para preparar seus pratos. Além de ter um tempo definido para entregar, eles também terão que gastar parte do dinheiro em leilões de ingredientes e poderão comprar uma ajudinha para atrapalhar os concorrentes.

Ao todo são três provas eliminatórias por semana, após as quais o chef Giuseppe Girundino prova os pratos sem saber quem foi boicotado ou não. Quem for o melhor avaliado por ele, continua na disputa. No caso do último prato, quem ganha leva para casa o que sobrou do valor inicial recebido.

O diretor da atração, Lucas Gentil, lembra que o prêmio é bem vantajoso, principalmente se considerar que a pessoa só vai passar algumas horas gravando. "É melhor do que passar três meses confinado", diz ele, em tom de brincadeira. "A receita desse programa é maravilhosa, mistura game, cultura culinária e humor. É diferente de tudo o que você viu e atinge todos os públicos."

Marone, que é mais conhecido pelo trabalho de ator, afirma estar feliz com a nova oportunidade no comando da atração. "Parece que o programa foi pensado para mim", diz. "Fico muito à vontade de ser eu mesmo, mas também tenho a possibilidade de brincar, fazer uns olhares..."

Antes contratado da Record, ele diz que chegou ao SBT duas semanas antes de começar a gravar para acompanhar a pré-produção. "Estou sentindo a mesma emoção que senti quando fiz 'Os Dez Mandamentos' [novela de 2015 da Record], com todo mundo vibrando na mesma sintonia, acho que isso imprime na tela."

Tudo foi feito durante a pandemia, de modo que foi preciso tomar cuidados redobrados diante e detrás das câmeras. "Foi bem diferente de tudo o que já tinha vivido", diz Marone. "Há lugares marcados para as pessoas ficarem nos bastidores, não pode ficar circulando, se sai do set tem que colocar a máscara. É um jeito novo, a gente ficava muito mais relax nos bastidores."

Para Girundino, que é diretor da Accademia Gastronomica, em São Paulo, o maior sabotado do programa é ele próprio. "Geralmente nesses programas de culinária, os jurados ficam entediados, mas no meu caso cada prato é uma emoção e uma risada."

Entre as iguarias que ele já provou no programa estão ovo com casca, hambúrguer feito no ferro de passar e ceviche com chocolate. "Tem que ter um equilíbrio entre a análise do prato, que tem que ser feita seriamente, e saber que por trás desses pratos pode ter tido sabotagem", explica. "Os participantes fazem milagre."

FORMATO

O programa é uma adaptação do formato "Cutthroat Kitchen", da Discovery Networks. Nos Estados Unidos, a versão local já tem 15 temporadas produzidas. Serão ao todo dez episódios, com mais seis já gravados a partir de janeiro de 2022.

"Falávamos desse programa havia pelo menos uns cinco anos", afirma Fernando Pelegio, diretor de Planejamento Artístico do SBT, em bate-papo com a imprensa para o lançamento da atração. "Ou não tinha o horário ou não tinha o dinheiro. Com a pandemia, precisamos de um formato que fosse seguro e que pudesse ser feito com poucas pessoas."

Ele também revela que os patrocinadores da atração foram fechados com a Discovery, que vai reexibir o programa todas as sextas-feiras, às 19h40, no canal pago Discovery Home e Health. Os anunciantes ainda não foram revelados por estarem em fase de assinatura de contrato.

Para Monica Pimentel, vice-presidente de conteúdo da Discovery Networks no Brasil, a estratégia de negociação faz muito mais sentido. Ela também diz que a versão brasileira foi muito bem avaliada em termos técnicos pelos donos do formato.

MESTRES DA SABOTAGEM

  • Quando Sábados, às 22h30, no SBT, e sextas, às 19h40 no Discovery Home & Health
Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem