Televisão

Bailarinas são demitidas no último ano do Domingão do Faustão

Dominical deixa a grade de programação da TV Globo em 2021

Domingão do Faustão
Faustão retomou programa no estúdio após pandemia - Reprodução
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

O Domingão do Faustão demitiu parte das bailarinas neste último ano do programa na TV Globo. Desta vez, a justificativa para a demissão de parte do corpo de balé está relacionada a novos protocolos de segurança com a pandemia de Covid-19.

Segundo a assessoria da TV Globo, os novos protocolos estão alinhados com os desafios atuais e uma das mudanças é a redução do corpo de balé. “Este novo formato será adotado permanentemente em 2021 no programa, que passa a contar com 20 [bailarinas]."

O Domingão do Faustão sairá do ar em dezembro de 2021, após 32 anos. A equipe do Domingão e a própria direção da Globo foram pegas de surpresa pela notícia. Um comunicado da emissora ressaltou que foi o apresentador quem decidiu não dar continuidade a um programa semanal. A nota omitiu, no entanto, que lhe foi proposta a troca das tardes de domingo pela faixa, menos nobre, das noites de quinta, recusada por ele.

​Em 2020, Fausto Silva chegou a gravar o dominical durante cinco meses direto da sua casa, em São Paulo, devido à pandemia. Em agosto, ele retomou as gravações nos estúdios da TV Globo, na capital paulista, sem plateia e número reduzido de bailarinas usando máscaras e mantendo distanciamento social.

No mesmo mês, outras cinco bailarinas foram demitidas do programa dominical. A emissora informou à época que "a renovação do quadro de bailarinas acontece periodicamente e tem a ver com a dinâmica de um programa com tanto tempo no ar, que evolui naturalmente em todas as suas áreas (bailarinas, quadros, estrutura , etc.)."

Entre as bailarinas demitidas estava Raquel Guarini, 35, bicampeã da Dança dos Famosos, quadro que testa habilidade de dança dos seus participantes desde 2005. Foram demitidas também outras quatro bailarinas: Bruna Padovani, Thais Santiago, Juju Fructuozo e Rachel Drodowsky

“De tempos em tempos eles trocam as meninas do balé. Me considero uma vencedora, porque são raras as meninas que ficaram esse tempo todo que eu fiquei”, disse, em entrevista ao F5.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem