Televisão

Programa de Edu Guedes na Band vai substituir o Aqui na Band pelas manhãs

Nova atração deve estrear na segunda quinzena deste mês

O apresentador e cozinheiro Edu Guedes - Divulgação/RedeTV!
São Paulo

Enfim, parece que o destino do cozinheiro e apresentador Edu Guedes, 46, fica mais claro e evidente. O F5 apurou que ele terá seu programa exibido na Band nas manhãs no lugar do Aqui na Band.

A ideia da emissora é estrear a atração na segunda quinzena de setembro. Até então, o programa que seria veiculado nessa faixa horária das 9h às 11h seria o idealizado por Zeca Camargo com apresentação de Mariana Godoy. Mas na tarde desta terça-feira (8) Zeca contou que o programa sofrerá mudanças e irá para o horário nobre.

Enquanto não é revelado o início do casamento entre Edu e Band, o cozinheiro fica à espera. Ele se recupera de uma lesão no braço. Em junho, Guedes passou por uma cirurgia após sofrer um acidente enquanto dirigia um automotor na fazenda onde passava a quarentena, no interior de São Paulo.

O artista precisou ser levado às pressas para o hospital Albert Einstein, onde descobriu que fraturou o osso do antebraço esquerdo e rompeu os músculos e tendões da região. Também houve rompimento dos músculos e tendões com a necessidade de reconstituí-los. Quanto as terminações nervosas, estas sofreram traumas e levarão mais tempo para se recuperarem.

25 ANOS DE CARREIRA

Chamado de louco por abandonar a carreira de administrador de empresas e o trabalho em um banco para começar do zero na gastronomia, o cozinheiro e apresentador de TV Edu Guedes hoje pode celebrar a marca de 25 anos de cozinha.

Foi em meados da década de 1990 que ele decidiu investir em sorvete e, posteriormente, levar seu conhecimento culinário à televisão. Agora, 25 anos depois, Guedes se diz certo de que aquela foi a sua melhor escolha até hoje. "O que eu mais tiro de tudo isso é realmente o aprendizado. Estar na televisão e poder fazer isso todos os dias é uma possibilidade de ajudar milhares de pessoas", diz o chef ao F5.

Guedes afirma que teve alguns obstáculos no começo da carreira e que chegou a sofrer preconceito. "Para cada 10 pessoas que eu falava que iria sair do banco, 11 diziam: ‘Não faz isso, que besteira, vai jogar sua carreira fora’. E poder mudar o pensamento dessas pessoas é muito importante", afirma o apresentador, que na época havia se formado em administração e estudava economia.

A estreia na TV se deu há pouco mais de 20 anos, em 1998, ainda como colunista do programa Mulheres, da Gazeta. De lá para cá, ele teve cada vez mais oportunidades e mostrou que poderia ser mais do que apenas um cozinheiro. Também transitou por emissoras como Gazeta, Record e RedeTV!.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem