Televisão

Luiza Possi diz que está em novo momento de vida no Dança dos Famosos

Cantora contou que já foi diminuída após dançar salsa em balada

Luiza Possi
Luiza Possi - Fabio Rocha/Globo
São Paulo

Na última vez em que participou de uma competição no Domingão do Faustão, Luiza Possi, 36, conheceu o diretor Cris Gomes, com quem se casou e teve seu filho, Lucca, 1. Após encarnar Shakira e Madonna no Show dos Famosos, agora volta para o palco do programa no Dança dos Famosos.

Mas tem como superar a experiência anterior? "Na verdade, não é que supera ou não, mas é um outro momento de vida agora, com marido e filho, colocando meu corpo pra sentir esse poder que a dança te dá", avaliou em entrevista ao F5.

A cantora disse que pretende mudar alguns conceitos. "Antes, a minha relação com a dança era de muito esforço", revelou. "Eu sempre dancei, desde pequena, mas eu nunca senti que eu estava dançando direito, sabe? Só que eu sempre me esforcei demais."

"Por prazer, eu dançava loucamente na balada", continuou. "Uma vez, saindo de uma balada em que dancei salsa, chegou um rapaz e falou: 'Você dança bastante, né?'. E eu falei: 'Danço'. E aí ele disse: 'Só tem que aprender agora, né?'. Fiquei arrasada (risos)."

Praticante de atividades físicas e adepta da eletroestimulação, Luiza diz que isso pode ajudá-la com o tônus muscular. Porém, está preocupada com algumas das coisas que envolvem sua participação no quadro. "Meu maior medo é errar, é cair", afirmou. "Eu estou com muita ansiedade por causa do funk, porque eu acho que é o ritmo que eu mais vou ter dificuldade."

Veterana em competições no programa (além do Show, participou do Circo do Faustão), ela contou que a pandemia não foi um impeditivo para aceitar o convite. "Eu não poderia não aceitar", disse. "Sei que a Globo é toda correta com os protocolos, está tudo sempre dentro dos conformes. A gente testa semanalmente. Mas eu precisava aceitar porque eu queria muito voltar a trabalhar e dar alegria para esse Brasil todo."

Apesar de querer muito chegar à final junto com o professor Daniel Norton (que ensaiou Dandara Mariana na edição de 2019 do quadro), ela diz que está aberta para a nova experiência. "Mais do que competitiva, eu sou comprometida", avaliou. "E eu estou muito comprometida com o quadro, ensaiando e me dedicando muito. O importante é participar, claro. O importante é a jornada, é o caminho, nunca é o final. Vencer é consequência."

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem