Televisão

Dudu Camargo nega envolvimento em sumiço de casal e critica cobertura do Cidade Alerta

Apresentador foi intimado pela polícia a prestar depoimento sobre o caso

Dudu Camargo - Instagram/dudu_camargooficial
São Paulo

Dudu Camargo, 22, negou nesta sexta (10) envolvimento no desaparecimento de um casal de adolescentes que ele conheceu pelas redes sociais e que seriam fãs do seu trabalho. O apresentador do SBT também criticou o Cidade Alerta, da Record, que, segundo ele, teria incentivado a família dos jovens a procurar a polícia com o objetivo de, desta forma, poder abordar o caso no programa policial. A Record, por meio de sua assessoria, afirmou que desconhece o assunto e "que não realizou, exibiu ou gravou qualquer reportagem sobre o tema".

Na manhã de quinta (9), policiais do DHPP (Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa) estiveram no SBT para intimar Camargo a depor na investigação sobre o caso. "Em nenhum momento tive participação nesse desaparecimento, e estou à disposição para a polícia para o que der e vier. Eu trabalho com esse tipo de caso todos os dias, jamais seria hipócrita de ir lá na televisão defender parente de desaparecido, e depois ia cometer uma atrocidade contra jovens", afirmou Camargo ao programa A Tarde É Sua, da Rede TV!.

O apresentador também disse que foi informado pela polícia que o casal já retornou e está bem. "Não sei em que data [retornaram] e em qual situação." Em comunicado encaminhado à reportagem, a Secretaria da Segurança Pública de São Paulo afirmou que o caso é investigado sob sigilo por meio de inquérito policial instaurado pela 5ª Delegacia de Proteção à Pessoa, do DHPP. "O apresentador foi intimado nesta quinta-feira para comparecer à delegacia e prestar depoimento."

Camargo contou que conheceu os jovens pelas redes sociais e que eles se apresentaram como fãs. "Estive com eles [pessoalmente] muito tempo antes disso vir a acontecer."

Camargo afirmou ainda que, assim que soube do desaparecimento, tentou entrar em contato com os dois pelas redes sociais, mas sem sucesso. "Quando a polícia me procurou lá [no SBT] gerou uma repercussão, ainda mais o DHPP, parecia um caso grave. Mas, na verdade, os próprios policiais lá falaram para mim: 'Se a gente soubesse que ia dar esse rebuliço todo, a gente procuraria você de uma outra forma, porque a nossa intenção não era nada disso, a nossa parte com você era muito simples, era só um esclarecimento já que você conhecia o casal."

O apresentador do matutino Primeiro Impacto, do SBT, também criticou o programa Cidade Alerta. Segundo ele, profissionais da atração policial da Record o procuraram para falar que tinham recebido a história do casal desaparecido e que a família teria informações que os adolescentes conheciam Camargo. "O Cidade Alerta vendo que seria um prato cheio para eles cobrirem, porque envolvia supostamente o meu nome, então, eles resolveram praticamente ali correr atrás do caso, e incentivar a família a fazer uma denúncia na polícia para que pudessem abordar o caso. Porque não se pode abordar um caso de desaparecido só porque a família estava falando, tem que recorrer à polícia." A Record nega.

Ao programa A Tarde É Sua, Camargo disse também que em nenhum momento ficou com receio de ser demitido. "Não sei se o Silvio Santos está sabendo do caso, ele deve estar rindo dessa história toda e deve estar achando muito bom, porque a audiência de hoje de manhã [sexta] já subiu em relação à quinta-feira", afirmou.

Por fim, Camargo afirmou que, após a repercussão da história, o número de cantadas que recebe por meio das redes sociais aumentou muito. "Quero agradecer à polícia por ter ido lá [no SBT], agora estou com uma fila quilométrica de pretendentes", disse.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem