Televisão

Samantha Schmütz diz que desconcentrava Fábio Assunção nos bastidores de 'Totalmente Demais'

Atriz considera personagem dela na novela a mais relevante na carreira

Samatha Schmütz vive Dorinha em 'Totalmente Demais'
Samatha Schmütz vive Dorinha em 'Totalmente Demais' - Divulgação
São Paulo

A atriz e comediante Samantha Schmütz, 41, está feliz da vida com o retorno da novela “Totalmente Demais” para a grade de programação da Globo. A novela substitui “Salve-se Quem Puder” que teve suas gravações paralisadas por causa da pandemia do novo coronavírus.

E de acordo com a atriz, que na trama vive Dorinha, irmã mais velha de Carolina (Juliana Paes), o mais legal na época era desconcentrar Fábio Assunção, que interpreta Arthur na história de Paulo Halm e Rosane Svartman.

“Sempre falava alguma piada para desconcentrar o Fábio Assunção antes de entrar em cena”, diverte-se. Para ela, Dorinha é a personagem mais marcante de sua história na dramaturgia.

“Na verdade, a história é muito importante, pois é a única novela da minha carreira com um personagem relevante. Só fiz duas na verdade, em ‘Pé na Jaca’ [2007] e essa. Só que em ‘Pé na Jaca’ eu só tive três frases”, relembra. “Eu me divirto, mas também fico pensando no que eu podia ter feito melhor”, opina.

Na trama, Dorinha parou a vida para criar os filhos, João (Leonardo Lima Carvalho) e Maria (Juliana Louise), com o marido Zé Pedro (Helio de La Peña). A atriz teve de arrumar um jeito de conciliar sua agenda, já que também gravava o seriado “Vai Que Cola” (Multishow).

“É uma personagem extrovertida, sem filtro e que beira o sem educação, mas verdadeira e amorosa. Mãe de dois filhos num casamento feliz e bem simples.”

Para ela, a volta de “Totalmente Demais” é boa nesse momento de pandemia onde todo mundo deve ficar em casa. “Eu acho que todo entretenimento com histórias divertidas e romance ajudam a distrair e a passar o tempo”, afirma.

Ela mesmo tem arrumado um jeito de passar por essa tormenta. A atriz conta o que tem feito e o que espera que ocorra em tempos de pandemia. “Tenho feito o que a maioria das pessoas faz, como cuidar da casa, das refeições, tentando ser produtiva. Escrevo, me exercito, falo com amigos, faço resenhas virtuais. Também tento me cuidar e rezar para isso passar”, finaliza.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem