Televisão

Mulher arranca microfone de repórter da Globo para fazer mensagem pró-Bolsonaro

Repórter Renato Peters foi pego de surpresa durante o SP1

Repórter Renato Peters tem microfone arrancado de sua mão e mulher faz mensagem a favor de Bolsonaro
Repórter Renato Peters tem microfone arrancado de sua mão e mulher faz mensagem a favor de Bolsonaro - Reprodução/ Globo
São Paulo

O jornalista Renato Peters, da TV Globo, foi atacado enquanto trabalhava esta sexta-feira (10). Ele fazia uma reportagem ao vivo para o telejornal SP1, que contém noticiário regional paulista, quanto uma mulher invadiu a transmissão e tirou o microfone de sua mão.

A seguir, ela afirmou, ao vivo: “A Globo é um lixo. O Bolsonaro tem razão”. A transmissão foi cortada. No estúdio, o apresentador César Tralli pediu desculpas aos telespectadores pelo ocorrido. “A gente está sempre trazendo os assuntos que interessam à população de São Paulo, então eu peço desculpas”, afirmou.

“Infelizmente atrapalharam uma explicação em relação a um assunto tão importante para uma família aqui de São Paulo”, completou o âncora. A reportagem que falava sobre o atraso no atendimento em hospitais da região metropolitana devido à pandemia do novo coronavírus.

Em fevereiro, foi a repórter Laura Cassano que passou por uma situação semelhante ao fazer uma entrada ao vivo no SP2. Um homem mostrou um jornal com dizerem contrários a Bolsonaro atrás dela e gritou “Fora Bolsonaro, Fora Bolsonaro”. Com o susto, ela nem terminou a frase que estava falando

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem