Televisão

Par de Josiane em 'A Dona do Pedaço', Rainer Cadete já se envolveu com 'pessoas-vampiras'

Ator afirma que seu personagem está tentando consertar a vilã

Rainer Cadete e Agatha Moreira em 'A Dona do Pedaço' (2019)
Cris Veronez
Rio de Janeiro

Seja por amor, seja por teimosia, o fato é que o fotógrafo Téo não consegue desistir da vilã Josiane (Ágatha Moreira) em “A Dona do Pedaço”. Segundo seu intérprete, o ator Rainer Cadete, 32, o amor é mesmo capaz de cegar as pessoas e ele mesmo afirma já ter caído em algumas ciladas. 

“Eu já encontrei pessoas-vampiras, que me despertavam coisas ruins ou que criavam relações abusivas. Já vivi isso. Mas sempre repito para mim, como mantra, que eu devo ficar perto de quem desperta o que tenho de melhor. Afinal, existe tudo dentro da gente, né? O que você alimenta é o que cresce”, afirma.

Cadete diz que foi marcante gravar as cenas em que Téo descobre o mau-caratismo de Josiane. A vilã dizia ter “problemas sexuais” para não transar com o fotógrafo, quando na verdade tinha um caso com Régis (Reynaldo Gianecchini), marido de sua mãe. Ao se dar conta de que tinha sido vítima de um golpe ele quase a estuprou.

O ator afirma que a farsa de Josiane jamais justificaria tal violência: “Não acho que Téo seria capaz [de cometer o estupro]. Ele estava muito mais focado em gritar com ela do que em fazer qualquer outra coisa. Não passou desse ponto, graças a Deus (...) Acho que ele teve um surto de adrenalina ali muito grande. Aquele capítulo foi muito tenso, muito intenso. Não aconteceu de fato o estupro, e teria sido um absurdo se acontecesse”.

Apesar da relação difícil, Cadete se diz confiante em relação ao futuro amoroso de seu personagem. Ele, inclusive, considera a possibilidade de Téo e Josiane terminem juntos e felizes --mesmo diante de tudo o que a vilã já aprontou. Para ele, Téo seria capaz de ajudar Josiane em seus momentos de declínio na trama.

“O Téo é um personagem de coração gigante, íntegro e que ajudaria qualquer pessoa. Acho, inclusive, que essa vingança que está rolando agora é muito mais pela Maria da Paz (Juliana Paes), por ele ver como ela se destroçou com essa história toda, do que por ele mesmo (...) Não é a vingança pela vingança. É para torná-la uma pessoa melhor, para tentar consertar a Jô.”

PAIXÃO PELA FOTOGRAFIA

Antes de dar vida ao fotógrafo Téo, Rainer Cadete já era um amante da fotografia. Para compor o personagem da novela das 21h da Globo, ele revela ter se empenhado bastante.

“A parte que mais gosto do meu trabalho é justamente a de compor o personagem. É uma preocupação minha mudar bastante de um personagem para outro. Ganhar peso, perder peso, ver como ele fala… Eu tenho toda uma equipe que trabalha comigo, com fonoaudiólogo, preparador corporal, coach, além dos diretores. A gente cria todo o psicológico do personagem”, conta.

Além disso, Cadete afirma ter acompanhado mais de perto o trabalho de diversos fotógrafos. “Participei do São Paulo Fashion Week, com um fotógrafo ‘de grife’ e fui observando como era o olhar dele. Conheci também um profissional que faz fotos analógicas de eventos de cunho social e outro que fotografa com o próprio celular. Existem várias formas de tirar foto, e tudo é singular e único. Aprendi muito.”
 
 

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem