Televisão

'Avenida Brasil': Relembre quatro momentos inesquecíveis da trama que retorna na segunda

Novela de João Emanuel Carneiro será reprisada no Vale a Pena Ver de Novo

Carminha (Adriana Esteves) e Nina (Débora Falabella)
Carminha (Adriana Esteves) e Nina (Débora Falabella) - João Miguel Júnior/Globo
Karina Matias
São Paulo

​Carminha (Adriana Esteves) contra Nina (Débora Falabella). Um dos embates mais icônicos da teledramaturgia brasileira nos últimos anos volta ao ar a partir da próxima segunda (7), nas tardes da Globo.

Escrita por João Emanuel Carneiro, a novela "Avenida Brasil" (2012) bateu recorde de audiência e se tornou um fenômeno. Relembre quatro momentos inesquecíveis da trama:

1- Carminha e Max abandonam Rita no Lixão 

É de cortar o coração. No início da novela, logo após a morte de Genésio (Tony Ramos), Rita (Mel Maia) consegue esconder o dinheiro da casa vendida pelo pai, mas é surpreendida por Carminha (Adriana Esteves) e Max (Marcello Novaes). Eles chegam a ir embora, mas, na verdade, era uma estratégia para descobrirem onde ela guardava a grana. 

 

Já de posse do dinheiro, Carminha exige que a enteada peça desculpas para ela, mas Rita cospe na megera. A menina, então, é deixada por Max no lixão. Ao ver a caminhonete do amante de Carminha indo embora do lugar, Rita se desespera e começa a gritar: "Não me deixe aqui, por favor. Eu quero o meu pai".

 

 2 - Carminha enterra Nina viva

"Sabe que eu não diria que você fosse se tornar alguém na vida? Achei que você fosse morrer naquele lixão. Você foi muito longe, mas vai morrer na praia, Rita. Eu vou te mandar para o inferno, traste". É assim que Carminha revela para Nina (Débora Falabella) que sabe que a chef de cozinha que se infiltrou na mansão de Tufão (Murilo Benício) é, na verdade, Rita. 

A partir daí, Nina/Rita passa por momentos de grande terror. As duas começam a discutir abertamente. O que Rita não contava, porém, é que Carminha tinha colocado um calmante no suco de laranja que a mocinha bebeu. 

Nina/Rita, então, apaga. Quando acorda, ela se vê em uma cova, sendo enterrada viva pela vilã. Carminha aparece e manda o seu comparsa Lúcio (Emiliano D'Avila) atirar. Era, no entanto, só um susto. A megera libera a jovem depois que Nina pede perdão e promete se afastar de Jorginho (Cauã Reymond) e Tufão. 

3- "Me serve, vadia" 

Mesmo depois do susto de ter sido enterrada viva, Nina continua com o seu plano de se vingar. Ela manda revelar fotos de Max e Carminha na cama para chantagear a vilã. Com a ajuda de Janaína (Claudia Missura), a jovem entra na mansão de Tufão, que não tem ninguém porque todos tinham ido viajar. Nina, então, espalha pela casa fotos da traição da sua ex-madrasta e começa a humilhá-la. 

Nina manda Carminha servir o jantar. É quando ela fala a frase que ficou famosa: "Me serve, vadia".

4- O casamento de Nina e Jorginho no lixão 

Depois de muitas confusões e desavenças, enfim, Rita/Nina e Batata/Jorginho vão celebrar a união em um casamento simbólico no lixão, lugar onde se conheceram e se apaixonaram quando ainda eram crianças. 

Mãe Lucinda (Vera Holtz) é a responsável por conduzir a cerimônia. No fim, na hora do beijo, Carminha transtornada invade o local e começa a agredir Nina. Com uma garrafa quebrada, ela fere a jovem no braço. Desesperado, Jorginho afirma que detesta a mãe e leva Nina para o hospital.

 
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem