Televisão

Catia Fonseca se une a humoristas e diz que vai apresentar sua 'versão proibidão' no teatro

'O Melhor da Noite' será um stand-up para reaproximar apresentadora do público

Catia Fonseca se une a humorista Diego Becker e a Tia (Guilherme Uzeda) em stand up

Catia Fonseca se une ao humorista Diego Becker e a Tia (Guilherme Uzeda) em stand up Divulgação

Fabiana Schiavon
São Paulo

"Converso com as pessoas o tempo todo pelas redes sociais e respondo todo mundo que faz pergunta”, afirma Catia Fonseca, apresentadora do Melhor da Tarde (Band), que se esforça para estar perto de seu público. Ela até insistiu que a emissora colocasse uma pequena plateia no seu programa. "Eles disseram que não tinha espaço, mas pedi para espalharem cadeiras, como se eu estivesse recebendo mesmo as pessoas em casa", conta Fonseca.

A experiência foi levando a apresentadora e seu marido, Rodrigo Riccó, também diretor do programa, a uma nova ideia: uma peça de teatro. Ao lado dos personagens dos humoristas Guilherme Uzeda (Tia) e Diego Becker (Paula Ayala e Miro), ela estreia “O Melhor da Noite”, nesta quinta-feira (8), no Teatro Gazeta. 

Uzeda virou amigo de Cátia Fonseca ainda no programa Mulheres (Gazeta), hoje apresentado por Regina Volpato. "A amizade [com a Catia] veio da Gazeta e um belo dia ela e o Riccó me ligaram falando sobre um espetáculo que eles estavam montando com o Diego e que eu deveria fazer parte dele. Claro que aceitei e aqui estou."

Já Diego Becker começou amizade com a apresentadora ao integrar a equipe dela no Melhor da Tarde. Inicialmente, o comediante fazia Paula Ayala, personagem dele no extinto Pânico, até que por determinação da produção da atração, mudou para Casemiro Amado, o Miro, um produtor que faz alusão aos colunistas de fofoca e que é bem esperto. 

Os humoristas defendem que a apresentadora sempre teve um lado de comediante. Catia Fonseca afirma que faz algumas "brincadeiras estúpidas fora do ar, nos bastidores, e que é bem mais pesado". "É a minha versão proibidão. Quando Miro pega pesado, eu finjo demência no programa porque a gente está na TV. Por isso, tivemos a ideia de juntar e fazer algo de um jeito mais descontraído mesmo”, brinca a apresentadora. 

O público que a segue na TV e nas redes sociais terão contato com esse outro lado de Fonseca no teatro. “Não sou atriz, não sei fingir ser outra pessoa de jeito nenhum, mas gosto de sair da minha zona de conforto e não tenho medo de virar piada. A vida é séria, mas levo tudo na brincadeira. Por que não faria? Não vou perder nada com isso, vou fazer", afirma Fonseca. 

Uzeda conta que a peça não tem um roteiro nem ordem certa. “Quantas vezes vamos ensaiar? Nenhuma. A ideia é passar a sensação de ver à noite as pessoas que o público acompanha a tarde toda. Diego [Becker] tem essa veia do stand-up comedy que ajuda a levar muito bem no improviso."

O trio vai levantar conversas sobre temas variados e interagir com o público. Trechos do espetáculo serão transmitidos pelas redes sociais e haverá um convidado surpresa a cada apresentação, que acontece sempre às quintas-feiras, às 21h, até 29 de agosto. Mamma Bruschetta já está na lista. “A ideia é ir para o interior paulista e para outros estados, se tudo der certo", conta Fonseca.

"O Melhor da Noite"

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias