Televisão

'Espelho da Vida' termina com redenção de vilã e recado: 'Ame como se fosse morrer'

Trama espírita das seis cresceu na audiência na reta final

Julia (Vitória Strada) e Danilo (Rafael Cardoso) abraçados
Julia (Vitória Strada) e Danilo (Rafael Cardoso) se encontram - Paulo Belote/Globo
Karina Matias
São Paulo

A novela espírita "Espelho da Vida" (Globo) chegou ao fim nesta segunda-feira (1º) com a redenção da vilã Isabel (Alinne Moraes), os mocinhos Cris (Vitória Strada) e Daniel (Rafael Cardoso) juntos, e uma mensagem de amor na última cena, que emocionou os telespectadores. O espírito de Vicente (Reginaldo Faria) declarou: 

"Ame como se fosse morrer, demonstre seu amor hoje, como se estivesse numa despedida. Não adie o amor, o olhar bom, o abraço, a boa palavra, o beijo... Um dia sem amor é um dia perdido. Somos espíritos imortais, mas nossa experiência na Terra tem prazo de validade. Não desperdice o tempo como se ele fosse infinito". 

A cena aconteceu quando todos os personagens da novela estavam em um teatro para o lançamento do filme "Amor Infinito", que fazia parte de uma das tramas de "Espelho da Vida". Os personagens que morreram ao longo da história também estavam na plateia e vestiam branco. 

Mas antes de chegar até aí, "Espelho da Vida" teve um último capítulo cheio de emoções e reviravoltas.

A audiência da trama de Elizabeth Jhin, que patinou no começo e teve média nacional de 19 pontos no PTN ( Painel Nacional de TV) —inferior aos 23 da sua antecessora, "Orgulho e Paixão"— cresceu no fim. Na Grande São Paulo, o último capítulo marcou 22 pontos —cada ponto equivale a 73.015 domicílios 

Revoltada com a volta de Cris para Rosa Branca, Isabel troca a bala de festim por uma de verdade no set do filme "Amor Infinito". Durante os ensaios para a cena em que Julia (Vitória Strada) é morta por engano pelo próprio pai, Emiliano (Evandro Mesquita), que interpreta Eugênio (Felipe Camargo) no longa, atira em direção a Cris, sem saber que a bala foi trocada. 

Neste momento, o espírito de Felipe (Patrick Sampaio) aparece e pede para que Américo (Felipe Camargo) salve a filha. É a chance do pai se redimir na vida presente do assassinato da filha no passado. Ele se joga na frente de Cris, morrendo no lugar da filha.

Já Isabel, ainda com muito ódio da mocinha, vai até o casarão da família Castelo. Lá, ela recebe a visita do espírito de Felipe, que pede que ela se entregue à polícia, mas a vilã se recusa. Ela se assusta ao ver sua imagem quando era Dora, na vida passada, e deixa a vela cair no chão. O fogo se alastra e ela fica presa no local. Alain (João Vicente de Castro) vê o incêndio e consegue salvar a ex. Depois de todas essas experiências, Isabel se redime e decide se entregar à polícia.

Antes de Isabel (Alinne Moraes), Alain tem um encontro com o espírito do avô Vicente, entende o que aconteceu na sua vida passada, quando era o vilão Gustavo Bruno, e que já pode seguir adiante dando uma chance para o amor com Letícia (Letícia Persiles) e ao lado da filha, Priscila (Clara Galinari).  

Já Margot (Irene Ravache) recebe a visita do filho, Pedro, e de seu grande amor, Vicente. Ela morre e segue com eles para outro plano. Cris e Daniel ficam juntos, mas, ao contrário do que chegou a ser divulgado, ela não anuncia que está grávida no fim da trama.

O fim de "Espelho da Vida" teve ainda o casamento de Carmo (Vera Fischer) e Dalton (Marcello Escorel), e Mariane (Kéfera) invadindo o tribunal para pedir Marcelo (Nikolas Antunes) em casamento. O advogado diz sim. 

"Espelho da Vida" foi elogiada por críticos, que destacaram o elenco e a direção. "É uma história envolvente, muito bonita de ver e com atores ótimos”, disse Nilson Xavier,  autor do “Almanaque da Telenovela Brasileira.” ​

A novela será substituída por "Órfãos da Terra", que estreia nesta terça (2). 

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias