Televisão

Bruno Cabrerizo diz que tudo o que viveu ajuda a fazer refugiado em nova novela: Sei o que é medo

Ator, que começou carreira na Europa, estará em 'Orfãos da Terra'

Ator Bruno Cabrerizo está no elenco da novela 'Órfãos da Terra'
Ator Bruno Cabrerizo está no elenco da novela 'Órfãos da Terra' - Robert Carraco/Divulgação
Gilmara Santos
São Paulo

A carreira de Bruno Cabrerizo, 39, percorreu um caminho diferente da maioria dos artistas brasileiros. Ele começou no exterior e só depois estreou nas telinhas por aqui. "Fiz o caminho inverso. Minha formação foi na Itália, onde moro há 13 anos, fiz trabalhos aqui e em Portugal e só depois fui para o Brasil", diz o ator, que pegou duas semanas de folga nas gravações da "Órfãos da Terra", nova novela das 18h da Globo que irá ao ar a partir do dia 2 de abril.

A trama conta o universo de pessoas de diversos lugares do mundo, refugiados de guerras, de conflitos políticos ou deslocados por razões econômicas ou acidentes naturais. A novela vai mostrar que essas pessoas vêm e continuam vindo para o Brasil para recomeçarem suas vidas, enfrentando muitas adversidades.

Cabrerizo, que foi jogador de futebol e chegou a jogar profissionalmente, dará vida ao personagem Hussein, que é um dos capangas do sheik Aziz Abdallah (Herson Capri).

"O Hussein é um homem bom, que foi adotado quando ainda era pequeno e cresceu trabalhando na casa do sheik, por quem ele tem gratidão, mas que não concorda com algumas coisas estranhas que começam a acontecer", adianta o ator.

O personagem começa a dizer não ao patrão ao mesmo tempo que não consegue mais esconder a paixão que sente pela primeira mulher do chefe, Soraia (Letícia Sabatella). "Na cultura árabe traição é algo muito grave e ambos tentam reprimir a paixão, mas só conseguem esconder até certo ponto", diz o ator.

De acordo com o artista, a preparação para o papel ocorreu na prática. "Como moro na Europa há muitos anos, vejo como é difícil essa situação dos refugiados que chegam aqui na Itália fugindo dos seus países", diz. "Mas a preparação ocorreu mesmo anos atrás, sem que eu soubesse que faria esse papel".

Ele esteve duas vezes no Líbano a trabalho em 2010 e pode conhecer Beirute e toda região sul do Líbano. "Tudo que vi e vivi lá está ajudando a compor esse personagem. Beirute é um lugar maravilhoso, com um povo muito culto, mas que foi marcado pela divisão de bairros entre muçulmanos e católicos e pude ver como isso é forte. Essa vivência que tive foi a minha preparação", comenta. "Sei o que é sentir medo, o que é ter uma blitz com AR-15 a cada 30 quilômetro."

Além disso, o artista participa das preparações dentro do Projac, com aulas de árabe, da cultura e de dança libanesa. "Esse é um povo muito alegre, que gosta de festa, e vamos ter cenas de danças", antecipa.

O último trabalho dele foi na novela "Tempo de Amar", que acabou no início do ano passado. Cabrerizo, no entanto, tem contrato de dois anos assinado com a TV Globo.

"Estou muito feliz com essa oportunidade. Sabia que teria que me dividir entre Brasil e Itália, porque meus filhos moram na Itália, mas me sinto um sortudo por poder fazer o que amo no meu país", relata. Quanto à ausência, ele tenta recompensar com ligações diária para as crianças que têm 5 e 8 anos.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias