Televisão

Dancing Brasil chega ao fim com atores, ex-jogador e cantora na disputa por R$ 500 mil

Xuxa faz balanço de como foi apresentar a quarta temporada

A apresentadora Xuxa durante a quarta temporada de Dancing Brasil
A apresentadora Xuxa durante a quarta temporada de Dancing Brasil - Divulgação

Leonardo Volpato
São Paulo

Termina nesta quarta (5), a partir das 22h45, a quarta temporada do reality Dancing Brasil (Record). A atração vai mostrar qual dos famosos finalistas é o melhor dançarino. Estão na disputa pelo prêmio de R$ 500 mil os atores Allan Souza e Pérola Faria, o ex-jogador Amaral e a cantora Lu Andrade.

De acordo com o diretor, Rodrigo Carelli, o público pode aguardar novidades. “Haverá um grande número de abertura com a Xuxa envolvida. E as apresentações dos finalistas serão mais do que especiais”, antecipa.

Na programação da grande final, os finalistas terão de encarar duas rodadas de apresentações. Na primeira, dançarão um ritmo escolhido pelos jurados. Já na segunda, eles que decidirão o estilo. O público escolherá o campeão por votação no site R7.

A quarta edição do reality, que ficava entre o segundo e o terceiro lugar no Ibope na sua faixa horária, agradou à emissora, com média geral de 5,8 pontos na Grande SP (cada ponto equivale a cerca de 72 mil domicílios). “Tudo indica que deveremos ter uma nova temporada em 2019”, afirma Carelli.

E fala sobre os maiores desafios da temporada. “O maior é sempre garantirmos um alto nível de dança para termos uma competição acirrada e um belo show. Além disso, a busca por surpreender artisticamente nas músicas e temas é um desfio para a equipe a cada semana.”

De bem com a Record, Xuxa entra no ar ainda neste mês com a versão infantil do reality, Dancing Brasil Jr. _um especial gravado de um episódio só. Para o primeiro semestre de 2019, terá um novo programa, desta vez com cantores.

A artista faz um balanço sobre como foi o seu 2018. “Eu estou mais confiante e muito feliz por ter o Ju [Junno, namorado e coapresentador] ao meu lado. A energia dele é a mesma.” O diretor, Rodrigo Carelli, também aprova a parceria. “Foi surpreendente. Além da química deles, o Junno superou as expectativas e se mostrou ágil, divertido e focado.” Xuxa concorda. “Cada temporada é diferente, mas muito boa. Todos podem ganhar [a final]”, aponta. E fala sobre críticas. “Não leio, em compensação, o Ju lê tudo. O público tem que ter certeza de que toda a equipe, eu e o Ju damos nosso melhor.”


Azarão, Amaral aposta na raça

Ex-jogador de futebol com passagens por grandes times, como Corinthians e Palmeiras, Amaral superou dores e um problema no joelho, anos 45 anos, para chegar à decisão de hoje à noite do Dancing Brasil (Record).


“Foi na na superação, na determinação, uma experiência agradável. Agradeço à Record pela chance e à minha parceira de dança [Bruna], que teve toda a paciência do mundo. Algumas coreografias que seriam impossíveis de executar, por conta do joelho, ela mudava. Teve muito cuidado comigo”, destaca o atleta.
Apesar de não ser um dos favoritos ao grande prêmio, Amaral aposta suas fichas na votação popular. Até porque carisma é o que o participante mais possui.


“Todos os que estão nesta decisão do Dancing Brasil são favoritos. Que seja feita a vontade de Deus. No futuro, vou querer dançar, envolver-me com a dança. É uma terapia”, avalia o ex-jogador de futebol.


Amaral conta que não sabe o que fará com o valor do prêmio (R$ 500 mil) caso vença o reality show. Porém, afirma que o principal ganho por ter participado da atração foi ter sido reconhecido por novos fãs. “O carinho das pessoas que não me conheciam foi legal. É um outro público, bem diferente do de futebol”, finaliza.

‘Abri mão de todas as outras coisas’

Ao ser questionada sobre qual dos participantes seria o favorito no Dancing Brasil (Record), a cantora Lu Andrade foi sincera. “Seria injusto comigo considerar outra pessoa para a vitória, porque me dediquei de uma forma tão intensa, ensaiei dias e madrugadas. Abri mão de todas as outras coisas da minha vida, como família, amigos, sono e outros trabalhos para conseguir me superar”, diz.


E, de fato, Lu é uma das favoritas, ao lado da atriz Pérola Faria. Ao longo da competição, a artista mostrou agilidade e evoluiu. “Superei o medo de não conseguir dançar ritmos difíceis e de me apresentar ao vivo sendo avaliada. Consegui ensaiar as coreografias para o programa e até um novo show com o Rouge [do qual faz parte] ao mesmo tempo, além de cumprir a agenda de shows”, revela.


“Fiquei esgotada, mas deu tudo certo, graças a Deus. Também descobri que minha cachorra estava muito doente e foi a coisa mais difícil da minha vida deixá-la no hospital e ir para o Rio participar do programa. Mas tudo sempre se acerta”, relembra.


Caso seja a vencedora do reality show, Lu sabe bem o que vai fazer. “Quero compor e gravar uma música para os meus fãs que me apoiaram muito nesse processo. Se eu não ganhar, também saio com toda a experiência que vivi e os amigos que fiz”, finaliza ela.

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem