Televisão

'Jesus': Messias nasce e escapa com José e Maria dos soldados de Herodes

Confira o que acontece na novela entre 30 de julho e 3 de agosto

O ator Dudu Azevedo, como o protagonista da novela Jesus, olha para cima no meio do deserto e clima ensolarado.
O ator Dudu Azevedo como o protagonista da novela Jesus, da Record - Edu Moraes/Divulgação
São Paulo

Do diretor Edgard Miranda, a novela "Jesus" é exibida às 20h45 pela RecordTV. 

Segunda-feira (30):

A casa de Maria (Cláudia Mauro) e José (Michel Bercovitch) começa a pegar fogo, mas os dois conseguem se salvar. Revoltados com a interferência de Roma, os judeus seguem para protestar no palácio de Herodes (Paulo Gorgulho), liderados por Judas Galileu (Allan Souza Lima). Herodes manda executarem todos. Os soldados atacam os rebeldes, liderados por Arquelau, e Barrabás é golpeado. Enquanto viajam, Maria e José avistam Judas Galileu sendo capturado, sendo posteriormente condenado à morte por crucificação. José e Maria param na cidade de Betania e são recebidos na casa de Adela, Abiel e as filhas Marta e Maria de Betania, que se emocionam ao saberem do encontro de Maria com o anjo. Depois, José e Maria chegam à casa de Sula, onde são colocados junto aos animais. Os meses passam e os dois se adaptam à vida em Belém. Os magos seguem pelo deserto e nos campos, um pastor de ovelhas estranha o brilho intenso de uma estrela. Por fim, Maria começa a sentir as dores do parto.

Terça-feira (31):

Sula ajuda Maria no parto, mas passa mal e José auxilia Maria. Melchior, Baltazar e Gaspar seguem pelo deserto. O anjo Gabriel anuncia a chegada do Messias e uma chuva de estrelas-cadente risca o céu, até nascer o menino Jesus. Alguns pastores vão até José e Maria e falam do encontro com o anjo. Em Belém, todos admiram o bebê Jesus, e Maria e José o levam para ser apresentado no templo em Jerusalém. José compra uma pomba para ofertar a Deus e deixa Jerusalém com Maria. Herodes é avisado sobre um movimento estranho na cidade. Baltazar, Belchior e Gaspar seguem para o palácio. Baltazar flagra Barrabás roubando. Simeão fala para Caifás e Anás sobre o nascimento do Messias, mas não é levado a sério. Baltazar livra Barrabás de ser apedrejado. Baltazar, Melchior e Gaspar se encontram com Herodes. Os magos chegam à cidade e falam sobre a chegada de um novo rei.

Quarta-feira (1º): 

Herodes fala de Messias e manda os três magos seguirem para Belém, mas é perturbado por Satanás. Sula dá à luz um menino e fica com ciúmes da atenção dada ao bebê de Maria. Baltazar, Melchior e Gaspar chegam à frente da casa de Sula e são recebidos pelo anjo Gabriel. José e Maria estranham a visita dos três magos. Sula, Baltazar, Melchior e Gaspar conhecem o pequeno Jesus, mas Sula parece não acreditar que Jesus é o Messias. Os magos presenteiam o menino Jesus e se recusam a voltarem para Jerusalém, temendo Herodes. Soldados de Herodes seguem pela estrada em direção à Belém. Gabriel aparece diante de José e avisa que eles precisam fugir com Jesus para o Egito, pois Herodes quer matar o menino, mas Sula se recusa a partir. Um soldado os flagra fugindo e levanta a espada para matar Jesus, mas o anjo Gabriel impede que Jesus seja atacado e José e Maria fogem com o bebê em direção ao Egito. Os soldados invadem a casa de Sula e um bebê é poupado por ser uma menina.

Quinta-feira (2): 

Após quatro anos no Egito, Maria e José cuidam do pequeno Jesus com Tiago Justo e José Filho, os dois irmãos de Jesus. Herodes tem uma crise e ordena um massacre. O rei faz mudanças em seu testamento e morre, logo depois de ouvir a provocação de seu filho, Arquelau, que diz que conquistará a confiança do povo. Os judeus comemoram a morte nas ruas. Barrabás, já maior, é libertado junto com os outros prisioneiros, reencontra Simão e descobre que Saul vendeu Cívia como escrava. Ele encontra com Saul e o ameaça com uma faca. Antipas, também filho de Herodes, não concorda com o testamento deixado e ameaça o irmão Arquelau, mas não tem coragem de matá-lo. Arquelau ordena a morte de todos no templo. Barrabás encontra Simão e diz que precisam fugir. Gabriel aparece diante de José e diz que chegou a hora de voltarem à Israel. Eles encontram um pastor no caminho e são alertados para a crueldade de Arquelau. Seguem para Nazaré e reencontram Ana e Joaquim.

Sexta-feira (3):

João Batista prega para dezenas de pessoas, entre elas Filipe e André. Pôncio Pilatos e sua comitiva seguem em direção à Jerusalém. Em Tiberíades, Antipas governa a cidade. João Batista prega às margens do Rio Jordão. Em Nazaré, Maria e José, mais velhos, falam sobre Jesus, que segue sozinho no deserto. Salomé, filha de Herodíade com Felipe, irmão de Antipas, chega ao local e é cobiçada por ele. Ele a convida para tomar vinho, mas Herodíade impede. Às margens do rio Jordão, André e Filipe se preocupam com o esforço de Batista ao batizar tantas pessoas. Caifás chega às margens do Jordão e flagra Judite e Joana sendo batizadas. Ele enfrenta Batista e depois, briga com Judite. Batista segue pregando às margens do Jordão. Pilatos e sua comitiva se aproximam, e Simão Zelote e Barrabás a veem. Jesus se aproxima do rio Jordão e observa João Batista pregando.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias