Televisão

Escritor Dan Brown é otimista quanto a futuro da humanidade: 'Há mais amor que ódio'

Em entrevista ao 'Conversa com Bial', autor americano aborda os perigos da tecnologia

Na edição 200 do  programa, "Conversa com Bial" traz as histórias de Dan Brown, autor de “O Código Da Vinci”
Na edição 200 do programa, "Conversa com Bial" traz as histórias de Dan Brown, autor de “O Código Da Vinci” - Globo/Divulgação
São Pauilo

O escritor norte-americano Dan Brown, autor de sucessos como "O Código Da Vinci" e "Anjos e Demônios" é o entrevistado  especial da edição de número 200 do programa "Conversa com Bial", que irá ao ar na  madrugada  desta segunda (21) para terça (22), à 01h

Um dos escritores mais bem-sucedidos do mundo, Brown, conversa com Bial sobre a possibilidade de a tecnologia acabar eventualmente se voltando contra a humanidade.

Em seu livro mais recente, "Origem", Brown aborda temas como as relações entre religião e inteligência artificial. 

“Temos o potencial de nos destruirmos há muito tempo, mas temos alguma característica que nos protege", diz Brown.  "Porém, acho que por outro lado, os humanos nunca criaram uma tecnologia sem usá-la como arma. Primeiramente, o homem usou o fogo para preparar comida, mas, depois, usou para queimar a aldeia vizinha", filosofa o autor. 

No final das contas, contudo, Brown se mostra otimista quanto ao uso da inteligência artificial pelos humanos. "A inteligência artificial vai nos ajudar a resolver alguns dos nossos maiores problemas, como transformar água salgada em água potável, não superpopular a Terra", diz Brown.

"Costumo ser otimista em relação a isso porque há mais forças criativas do que destrutivas no mundo. Há mais amor que ódio”, conclui o autor.

A entrevista, que irá ao ar na madrugada de segunda (21) para terça, à 01h, foi realizada na Flórida. Nela, o americano ainda tece elogios ao escritor brasileiro Paulo Coelho. "Ele é atemporal", disse. 

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias