Televisão

SBT divulga imagens de Dado Dolabella sem camisa e de chinelo na prisão

Polícia vai abrir sindicância para investigar o vazamento dessas imagens

Programa de TV divulga foto de Dado Dolabella na cadeia. O ator aparece no canto esquerdo da imagem
Programa de TV divulga foto de Dado Dolabella na cadeia. O ator aparece no canto esquerdo da imagem - Reprodução

São Paulo

O programa "Fofocalizando" (SBT) divulgou, nesta quarta (21), imagens de Dado Dolabella na prisão. O ator está detido desde o dia 5 de fevereiro por não pagar pensão alimentícia,  em uma cela no 33º Distrito Policial, em Pirituba, São Paulo. 

Em uma das fotos Dado aparece torcendo um pano, que parece ser uma camiseta no pátio da área de detenção. Sem camisa, o ator veste uma bermuda preta, chinelos e acessórios como seu relógio e um colar. Na outra imagem divulgada, é possível ter um panorama mais amplo do espaço. 

A detenção de Dado foi determinada pelo juiz Marco Antonio Cavalcanti de Souza, da 1ª Vara de Família de Bangu, no Rio. O juiz também determinou que Dado só seja liberado com o pagamento da dívida, cerca de R$ 196 mil, referente às pensões atrasadas de um de seus três filhos, no período de 2014 a maio de 2017. Caso contrário, ele deve cumprir pena de dois meses.

Em 2017 ator também fora detido por não pagar pensão, mas foi liberado no mesmo dia. Ele justificou a falta de pagamento dizendo que o valor da pensão está errado e de acordo com um salário que ele não recebe mais. "Os advogados vão recorrer. Eu queria dar muito mais para o meu filho. Que pai não quer?", disse em entrevista ao telejornal "Hora 1" (Globo).

Dolabella é pai de três filhos, fruto dos seus relacionamentos com a produtora Juliana Wolfer, a publicitária Viviane Sarahyba e Fabiana Vasconcelos Neves, que agora cobra o pagamento das pensões atrasadas.

Segundo o jornalista Fernando Oliveira da coluna "Olá", a polícia abriu sindicância para investigar o vazamento das imagens. 

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem