Celebridades

Dado Dolabella é preso por não pagar pensão alimentícia 

Policiais da 11ª DP da Rocinha, no Rio de Janeiro (RJ), prenderam o ator Dado Dolabella, 37, nesta quinta (17), por não pagar pensão alimentícia ao filho de sete anos. A criança é fruto do seu relacionamento com Fabiana Vasconcelos Neves. 

De acordo com assessoria de imprensa da Polícia Civil do Rio de Janeiro, o artista tem uma dívida de mais de R$ 190 mil –o valor foi acumulado em quase dois anos. Procurado, o ator não respondeu ao pedido de entrevista do "F5".

Em nota, o delegado Antônio Ricardo Lima Nunes afirmou que Dolabella foi preso em casa, na Zona Sul do Rio, e a ordem de prisão foi expedida pelo Juiz Marco Antonio Cavalcanti de Souza, titular da Primeira Vara de Família, Regional da Barra da Tijuca. O ator deve ser encaminhado para o sistema Prisional de Bangu.

Dolabella tem outros dois filhos: uma menina, fruto do seu relacionamento com a produtora Juliana Wolter; e outro menino, do seu casamento com Viviane Sarahyba. 

OUTROS CASOS 

Não é a primeira vez que o ator enfrenta problemas com a polícia. 

Em 2010, Dolabella foi acusado de ter insultado Sarahyba –ele teria xingado a ex-mulher e escrito ofensas na lataria do seu carro. Quatro anos depois, em 2014, saiu a condenação que o obrigava a frequentar instituição para pessoas violentas. 

Também em 2010, outra acusação de agressão, desta vez por Wolter –na época, a Justiça determinou que Dolabella deixasse a casa em que ambos moravam.

Provando que 2010 foi mesmo um ano tumultuado, Dolabella também se viu às voltas com blitzes. 

Primeiro, ele foi flagrado pela lei seca na avenida Ministro Raul Machado, na Gávea, zona sul do Rio. Como se recusou a fazer o teste do bafômetro e transitava sem a documentação do veículo, o ator teve sua carteira de habilitação apreendida e levou uma multa de R$ 957.

Pouco dias depois, mas em outra blitz, Dado foi pego com 3,5 gramas de maconha em um recipiente de vitamina C dentro da tampa do tanque de combustível do carro.

LUANA PIOVANI 

Mas o caso mais famoso aconteceu em 2008. Naquele ano, Dolabella foi condenado por agredir a atriz Luana Piovani, sua ex-namorada, em uma boate. 

O laudo apresentado à Justiça atestava que a atriz teve uma escoriação no dorso da mão direita, medindo três por três milímetros e uma mancha causada por uma pancada no braço esquerdo.

As imagens do circuito de câmeras da boate desmentiram a versão do ator, que havia negado a agressão.

Resultado: Dado foi condenado por lesão corporal leve.

Na época do processo movido por Luana, Dado estava obrigado, por decisão do 1º Juizado da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, a permanecer a pelo menos 250 metros de distância de Luana.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias