Televisão

'Amor e Sexo', de Fernanda Lima, será reexibido no Viva 

Programa foi ao ar na Globo 

Fernanda Lima durante apresentação do "Amor e Sexo" (Globo)
Fernanda Lima durante apresentação do "Amor e Sexo" (Globo) - Divulgação
São Paulo

A partir deste sábado (3), o Viva, canal pago pertencente à Globo, reprisará o "Amor e Sexo", programa apresentado por Fernanda Lima de 2009 a 2017, totalizando dez temporadas.

O episódio de "estreia" conta com a participação dos atores Alexandre Borges e Cláudia Raia. Na atração, Lima abre o programa explicando sobre a atração e jogando a pergunta para o público: "O que você acha de amor e sexo?".

Os primeiros convidados do quadro "Strip Quizz", Borges e Raia,, sem vergonhas, respondem com sinceridade às indagações de Lima.

Sobre ser, ou não, vulgar, a mulher que transa no primeiro encontro, Alexandre garante que não. "Valorizo, aliás [a mulher que faz isso]. Acho o fim da picada o cara sair, transar e ainda achar a mulher vulgar. Pô, muda de ramo", diz o artista. 

Já Raia vai além em sua resposta sobre "Tamanho é documento?". "Já vi homens super avantajados e que não davam caldo nenhum". Lima concorda e completa "O tamanho pode dar aquela impressionada. Mas se não tiver habilidade, não adianta nada."

A apresentadora também conta com o casal de repórteres Valéria Gonçalves, de 69 anos, e Fábio Gonçalves, de 78 anos, casados há mais de cinco décadas, que vão juntos para às ruas coletar os mais variados depoimentos sobre sexo, vida a dois, filhos, amor e outros temas. Na estreia, a dupla saiu em busca de respostas sobre mulher que passa a mão na bunda do homem —"pode?", perguntam ao povo.

Encendrando o episódio, o quadro "Caindo na Pista", no qual Lima ajuda duas pessoas a se conhecerem.

"Amor e Sexo", que será exibido às 22h45 de sábados, ainda conta com a participação de Leo Jaime, embalando a atração com sua banda e, da psiquiatra e sexóloga Carmita Abdo. O programa foi dirigido por Ricardo Waddignton e com roteiro de Rafael Dragaud. 

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias