Televisão

'Foi um dos trabalhos mais difíceis que já fiz', diz Vladimir Brichta sobre detetive em série

Para Vladimir Brichta, dar vida ao detetive Zózimo da série "Cidade Proibida", que estreia na Globo em setembro, não foi tarefa das mais fáceis.

"Foi um dos trabalhos mais difíceis que eu já fiz, honestamente. Porque eu me preocupo muito com o tom dos personagens", disse o ator durante apresentação da série a jornalistas, em encontro que aconteceu no Rio de Janeiro (RJ).

"Nas novelas, eu tinha correlatos, em outras séries também, mas aqui não. São elementos distintos que tenho que juntar para fazer este personagem", completou.

"Cidade Proibida" é inspirada nos personagens do quadrinho "O Corno que Sabia Demais", do Wander Antunes.

"Esta é a primeira série que faço com esta linguagem. Em 'Cidade Proibida' trazemos a novidade do gênero noir, que tem características do drama, mas é um estilo mais pomposo, com um leve humor de fundo e na base de sarcasmos", diz Brichta.

O seriado, dirigido por Maurício Farias, ainda conta com Regiane Alves, que vive Marli, uma garota de programa; Ailton Graça, que interpreta Paranhos, um delegado corrupto; e José Loreto, que dá vida a Bonitão, um malandro e sedutor profissional.






Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias