Comic Con

Tom Holland faz aparição surpresa em painel que revelou trailer inédito de 'Homem-Aranha'

Ator Jake Gyllenhal também apareceu no palco da Comic Con sem aviso

Tom Holland
Tom Holland, intérprete de Homem-Aranha, chega de surpresa na Comic Con - Divulgação
Amanda Nogueira
São Paulo

A Sony tentou fazer mistério, mas a vinda de Tom Holland, ator que interpreta Homem-Aranha, e de Jake Gyllenhall, o Mystério, já era comentada nas redes sociais e pelos corredores da Comic Con neste sábado (8), antes mesmo do painel do estúdio.

A dupla compareceu ao evento que ainda exibiu, em primeira mão, o trailer de “Homem-Aranha: Longe de Casa", levando o público aos berros. Também esteve presente o ator Jacob Batalon, que interpreta Ned Leeds.

“Esse filme é muito melhor do que o primeiros vocês não vão acreditar. Estou tentando pensar em uma maneira de fazer isso sem dar spoiler”, brincou Holland, em referência às ocasiões que revelou informações confidenciais sobre Vingadores. “Eu pratico toda noite”, disse.

O novo episódio da saga do herói tem previsão de lançamento para julho de 2019 e se passa após os acontecimentos de "Vingadores: Ultimato", que deve estrear meses antes. 

Na trama, Peter Parker passa as férias de verão na Europa, onde precisa salvar seus amigos. O elenco contará também com Samuel L. Jackson, como o agente da S.H.I.E.L.D Nick Fury, e Michael Keaton, como o vilão Abutre.

Para Holland, mais importante do que o destino dos personagens já conhecidos, são as novas figuras que passam a fazer parte do universo do Homem-Aranha. 

Os atores deram a entender que herói e vilão se juntarão contra um inimigo em comum. No entanto, Mystério é um conhecido vilão do universo de Homem-Aranha. “A história incrível é a relação entre Homem-Aranha e Mystério, não é comum esse tipo de dinâmica”, diz.

A dupla diz ter se entrosado durante as gravações. “Devo dizer, acho que ele é o melhor Homem-Aranha até agora. Não tem ninguém mais profissional que ele”, diz Gyllenhall.

A expectativa é a de que o filme seja o último com as famosas aparições do criador do personagem, Stan Lee (1922-2018), morto em novembro, um mês após o término das gravações. ​Gyllenhall afirma que Lee ensinou como quebrar as regras e influenciar o mundo. “É uma inspiração para todos nós.”

“Stan era fenomenal, influenciou bilhões de pessoas, a melhor coisa pafavmin foi conseguir a aprovação dele, foi a melhor coisa paga minha carreira como Homem-Aranha”, disse Holland.

Além do painel, a Sony exibiu em seu estande dois novos trajes do herói: o preto furtivo e o clássico vermelho e preto.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias