Nerdices

'League of Legends' leva prêmio de melhor jogo no Esports Awards 2019

Game também esteve entre prêmios de publisher e time do ano

Centro de treinamentos para profissionais de E-Sports da equipe INTZ
Centro de treinamentos para profissionais de E-Sports da equipe INTZ - Bruno Santos/ Folhapress
São Paulo

O game "League of Legends" venceu o prêmio de melhor jogo do ano no Esports Awards 2019, premiação anual nos Estados Unidos que é considerada o "Oscar dos esportes eletrônicos". "CS:GO" e "Rainbow Six" ocuparam o segundo e terceiro lugar, respectivamente.

A Riot Games, desenvolvedora de "LOL", ainda conquistou o título de Publisher do ano –atrás dela ficou a Epic Games ("Fortnite"), seguida da Valve ("Dota 2" e "CS:GO").

Como se não bastasse, o game de battle arena levou um terceiro prêmio na categoria de equipes: a G2 Esports conquistou o título de melhor time do ano; já a Team Liquid foi eleita a melhor organização geral de 2019.

Thiago "SexyCake" Reis, pro player da Liquid, levou o título de Melhor Jogada do Ano por sua performance na partida do Six Invitational 2019, quando sua equipe venceu a série.

VEJA A LISTA COMPLETA DE VENCEDORES:

  • Publisher do ano: Riot Games
  • Cinegrafista do ano: Logan Dodson
  • Agência de Apoio do ano: Loaded
  • Caster do ano: Henry “HenryG” Greer ("CS:GO")
  • Parceiro Comercial do ano: HyperX
  • Jogador Revelação no Console: Chris “Simp” Lehr ("Call of Duty")
  • Jogador Revelação no PC: Kyle “Bugha” Giersdorf ("Fortnite")
  • Jornalista do ano: Richard Lewis
  • Fornecedor de Hardware do ano: Intel
  • Técnico do ano: Danny “zonic” Sørensen ("CS:GO")
  • Jogo de Esports do ano: "League of Legends"
  • Personalidade do ano: Matthew “Nadeshot” Haag
  • Site de Cobertura de Esports do ano: Dexerto
  • Time do ano: G2, de "League of Legends"
  • Criador de Conteúdo do ano: Craig “Mini Ladd” Thompson
  • Jogador de PC do ano: Kyle “Bugha” Giersdorf ("Fortnite")
  • Jogador de Console do ano: Dominique “SonicFox” McLean (Fighting Games)
  • Organização de Esports do ano: Team Liquid
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem