Nerdices

Counter-Strike tem torneio em Chicago com oito equipes concorrendo e prêmio milionário

Time brasileiro batalha com estrangeiros por prêmio de US$ 125 mil

Intel promove final de Counter-Strike com prêmio milionário. Time brasileiro batalha com estrangeiros em Chicago no Intel Extreme Masters.
Intel promove final de Counter-Strike com prêmio milionário. Time brasileiro batalha com estrangeiros em Chicago no Intel Extreme Masters. - Divulgação/Intel Extreme Masters
Chicago

Com a presença de brasileiros, a segunda edição do torneio Intel Extreme Masters Chicago de "Counter-Strike: Global Offensive" começou nesta quinta-feira (18) em Chicago. A competição coloca frente a frente representantes das duas principais regiões referência do jogo: América do Norte e Europa.

Oito times competem e, dentre os times participantes, está o brasileiro MIBR, fundado em 2003. A poucos dias do evento, o jogador Marcelo "coldzera" David deixou a equipe titular, formada por FalleN (Gabriel Toledo de Alcântara Sguario), fer (Fernando Alvarenga), TACO (Epitácio Pessoa de Melo Filho), LUCAS1 (Lucas Teles), zews (Wilton Prado).

Além do MIBR, competem Team Liquid, Renegades e Team Envy –que como os brasileiros, representam a América–, e os europeus ENCE, GR Esports, Team Vitality e Heroic. O prêmio para o time que vencer a grande final, que ocorre no próximo domingo (21), é de US$ 125 mil (R$ 467 mil), a maior fatia do prêmio total que é de US$ 250 mil (R$ 937 mil).

O Intel Extreme Masters ainda promove uma agenda de painéis focados no futuro dos gamers, além de ensinar técnicas e dar dicas aos jogadores. "Fazendo do PC o melhor lugar para jogar" e "O que querem os gamers" são dois dos painéis que acontecem ao longo do final de semana.

COUNTER-STRIKE: UM FENÔMENO GLOBAL

Idealizado pelos programadores norte-americanos Minh Le e Jess Cliffe, "Counter-Strike" foi lançado primeiramente em 1999, para Windows, ganhando posteriormente suas sequências "Counter-Strike: Condition Zero" (2004), "Counter-Strike: Source" (2004) e "Counter-Strike: Global Offensive" (2012), da Valve, que é usado na competição.

A série de jogos eletrônicos do gênero FPS é multiplayer, com diversos servidores ao redor do mundo. Em sua narrativa, ela divide times de terroristas e contraterroristas que precisam batalhar entre si –e o jogador pode estar de qualquer um dos lados. 

É possível explodir bombas e manter reféns ou desarmar tais bombas e fazer resgates. Atualmente o jogo mais recente pode ser jogado através de PC Windows, OS X, Xbox 360 e PlayStation 3.  

A jornalista viajou a convite da Intel.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem