Música

Mariana Rios diz não querer rótulo de cantora gospel: 'Sou tudo'

Artista afirma que não se afastará do pop acústico com 'Basta Sentir Deus'

A atriz e cantora Mariana Rios Divulgação

São Paulo

A atriz e cantora Mariana Rios, 35, afirma que sempre teve a fé muito presente em sua vida e que Deus faz parte do seu dia a dia, inclusive, nos momentos de composição das canções. E para homenageá-lo, ela vai lançar o primeiro EP gospel, "Basta Sentir Deus", previsto para este mês.

Extensão de seu livro "Basta Sentir" (Ed. Planeta), lançado em 2020, o novo projeto incluirá quatro faixas inéditas e clipes de "orações em forma de música", como classifica a artista. Rios afirma que as músicas foram escritas por ela na Sexta-Feira Santa, em 2 de abril.

Diz ainda que o novo projeto será conduzido de forma paralela ao seu estilo pop acústico, do EP, "Eu e Você", de 2019. "É um projeto bem paralelo a tudo que eu faço”, explica. "Apenas fiz um projeto que é muito verdadeiro para mim, porque eu sinto a presença de Deus o tempo inteiro na minha vida."

Mariana Rios recorda que, no mesmo dia em que compôs as músicas, seu amigo, o sertanejo Kauan, da dupla com Matheus, ligou para ela e ofereceu seu estúdio em São Paulo caso ela quisesse produzir algo. "Tudo conspirou para que fosse dessa forma, não teve busca nenhuma, não teve ideia nenhuma.”

Para ela, fazer esse EP gospel "não é uma realização profissional, é uma realização pessoal, num lugar muito íntimo". Rios frisa que não quer ser classificada apenas como atriz ou como cantora —ou até mesmo, cantora gospel—, "eu sou tudo".

"Sou uma artista que gosta de transitar por diversos lugares, e busco aquilo que me faz bem no momento em que estou vivendo, porque é a minha verdade", afirma a atriz, que é espírita kardecista. "Sempre tive e busquei manter uma conexão muito forte com essa energia divina, universo, Deus. Quando escrevi meu livro ano passado, falei muito de Deus e esse projeto é uma extensão do livro."

O livro "Basta Sentir" narra algumas experiências recentes da atriz, como o aborto espontâneo que sofreu e o fim de seu relacionamento. Em novembro de 2020, Mariana Rios terminou o noivado de dois anos com o empresário Lucas Kalil. Ela havia sido pedida em casamento durante uma viagem a dois para o Chile.

Além do EP, Mariana Rios está na série "De Volta aos 15" (Netflix), baseada no livro homônimo e best-seller da escritora Bruna Vieira. Na história, Anita é uma mulher de 30 anos que vive uma vida que não lhe agrada. Ao visitar a casa em que passou a juventude, ela é transportada ao passado e vira adolescente, mas com uma mentalidade de uma mulher de 30.

Dirigida por Vivi Jundi e Dainara Toffoli, a série terá como protagonista Maísa Silva (adolescente) e Camila Queiroz (adulta). Rios interpretará a personagem Luiza, que na versão jovem será com Amanda Azevedo. O elenco ainda traz Bruno Montaleone, Breno Ferreira, Yana Sardenberg, Klara Castanho e João Guilherme.

"Aceitei o convite e fiquei super feliz. É uma história muito gostosa, divertida e leve. Tem sido muito bom os dias de filmagem [gravações acontecem em São Paulo]", diz Rios. Ela conta que "estava com saudade de atuar”. "Por opção fiquei durante anos sem atuar, focada em outras coisas. Precisava cantar."

No tempo em que ficou sem atuar, ela diz que se dedicou à apresentação de programas, como Se Arrume Comigo (YouTube) e um quadro no Superbonita (GNT). A atriz também esteve em reprise no canal Viva com Yasmin, sua personagem de "Malhação - Múltipla Escolha” (Globo, 2007). Ela afirma que a novela teen foi "um dos trabalhos que mais me trouxe alegria por ser o primeiro na televisão".

"A personagem era demais, eu amava fazer", diz Rios, ao destacar que não tem problema em rever trabalhos antigos. “Eu gosto de me assistir, porque assim eu vejo o que estou fazendo. Na música, eu gosto de escutar 500 vezes o que eu gravo, para ver justamente o que eu preciso melhorar."

Para os projetos futuros, Mariana Rios afirma que gostaria de dar continuidade ao seu EP “Eu e Você” (2019), porém, diz que irá se dedicar ao audiovisual provavelmente no começo de 2022, porque "acredito que vamos conseguir retomar os shows e as divulgações".

Enquanto isso, a atriz e cantora diz que foca os estudos de piano e o desenvolvimento de um curso, derivado de seu livro. "Meu livro tem um método e eu preciso passar isso para as pessoas. Ele tem que ser em formato de curso, eu preciso estar com as pessoas para passar isso."

Ela explica que gostaria que o curso fosse presencial e diz que espera a pandemia de Covid esteja mais controlada para dar continuidade ao projeto. “Tem coisa que você precisa estar com as pessoas, olhar no olho, estar ali”, afirma Rios, que conta que tenta “fazer do limão uma limonada em relação a tudo, sempre com muito cuidado, com consciência e responsabilidade”.

"As coisas vão mudando, uma hora você está em cima outra embaixo, e nós sempre temos que buscar ser uma pessoa melhor, buscar o nosso equilíbrio."

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem