Música

Grupos de k-pop mudam agenda e cancelam eventos após morte de cantora coreana

Sulli, ex- f(x), foi encontrada morta em casa por seu empresário

Sulli, cujo nome verdadeiro é Choi Jin-ri, fez parte da banda de k-pop f(x) de 2009 até 2015
Sulli, cujo nome verdadeiro é Choi Jin-ri, fez parte da banda de k-pop f(x) de 2009 até 2015 - Instagram/jelly_jilli
São Paulo

Alguns grupos de k-pop mudaram suas agendas e cancelaram eventos programados para essa segunda-feira (14) por conta da morte da cantora Sulli, ex-membro do grupo coreano f(x). Entre as bandas que anunciaram alterações estão Monsta X, Super Junior, BtoB, N.Flying, entre outros. 

Sulli, que se chamava Choi Jin-ri, foi encontrada em sua casa já sem vida. A causa da morte será apurada, mas a polícia trabalha com a hipótese de suicídio. Ela fez parte da banda f(x) de 2009 até 2015, quando saiu para seguir carreira de atriz, mas fãs suspeitaram que seria devido a ataques que ela sofria online. 

Em homenagem a Sulli, o Monsta X, que tinha previsto para esta segunda-feira a divulgação das primeiras fotos de seu próximo trabalho, decidiu adiar. O mesmo aconteceu com a ex-colega de grupo de Sulli, Amber J. Liu, que anunciou no Twitter o adiamento de suas “próximas atividades”. 

O grupo de k-pop Super Junior adiou o lançamento de seu clipe “Super Clap” para quinta (17), enquanto o BtoB, N.Flying, Nu’Est e FS9 adiaram transmissões ao vivo que tinham programadas para segunda e terça-feira. O cantor Kang Daniel e o grupo feminino Iz One também adiaram projetos, mesmo sem mencionar Sulli.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Mais lidas