Música

Lexa demora duas horas e meia para virar drag em novo clipe, lançado nesta quinta com Gloria Groove

Cantoras misturam funk e rap na música Provocar lançada nesta 5ª

Gloria Groove posa ao lado de Lexa no lançamento da música 'Provocar'
Gloria Groove posa ao lado de Lexa no lançamento da música 'Provocar' - Wallace Barbosa/AgNews
Cris Veronez
Rio de Janeiro

​Lexa muda de roupa quatro vezes, usa fita crepe no cabelo, lente de contato, piercing no nariz e uma maquiagem poderosa em seu novo clipe, “Provocar”, lançado na noite desta quinta-feira (22) com a participação de Gloria Groove. 

Segundo a cantora, foram duas horas e meia para se preparar, mais que o dobro do tempo habitual. “A caracterização foi uma das partes mais legais, porque nunca tinha me vestido como uma drag. Foi maravilhoso. Tirei a maior onda”, disse Lexa.

Gloria diz ter a mesma preocupação com o visual: “Eu demoro umas quatro horas para me montar (risos), mas quando tem algo muito difícil para fazer, como por exemplo o ensaio de fotos para um EP, o negócio é separar o dia inteiro. Vai começar de manhã e acabar de noite”.

“Provocar”, que foi composta pela drag com André Vieira, Wallace Vianna e Breder, fala sobre liberdade de expressão e autoestima, misturando o funk de Lexa com o rap de Gloria. O clipe, que traz dança e sensualidade, foi inspirado no livro “Mil e Uma Noites”, um dos mais famosos da literatura árabe.

A funkeira fez questão de montar boa parte da coreografia de “Provocar”. “Era um desejo meu. Eu estava doente no dia, mas comecei a criar do nada. Veio na minha cabeça e casou legal com o clipe”, relembra. A ideia, segundo ela, foi criar algo animado e que o público pudesse reproduzir em casa ou nas academias de dança. 

A expectativa de Lexa é que o público aprenda os passos da nova música com a mesma facilidade e empolgação com que aprenderam a coreografia de “Sapequinha”, seu último trabalho, que acumula mais de 60 milhões de visualizações no YouTube, somando o clipe oficial e o vídeo com a coreografia. 

Gloria também destaca a importância da dança: “Quero destacar a importância desse lance de coreografia, principalmente nessa cultura que vivemos agora, desse pop bem massificado, onde reinam o funk e o pagode. A coreografia tem muita importância numa era em que os canais e academias de dança representam uma febre real, um canal de expressão pra gente adentrar”.

Em uma retrospectiva sobre 2018, Lexa afirma que está muito feliz com a repercussão que seus projetos tiveram.

“Esse ano comecei com uma música lenta que fala muito sobre superação [Foco Certo] e depois quis trazer um funk que dissesse o que eu sou. Eu perguntei aos meus produtores: o que eu sou?  E eles falaram: sapequinha. E a música surgiu a partir daí. Foi uma coisa muito natural. Pegamos o violão e começamos a escrever”, diz.

E acrescenta: “Acho que  amadureci bastante e tem que ser assim daqui para frente, mas se não for tudo bem também”.

Gloria Groove, que lançou recentemente o single “Apaga a Luz”, também fez a sua análise do ano, que ela diz ter sido decisivo para sua carreira: “O mercado para a gente se abriu ainda mais do que em 2017. Conseguimos trabalhar com os melhores profissionais e isso é um privilégio (...) É muito gratificante fazer isso e ver que tenho um território e uma plataforma para ser não só um artista fonográfico, mas uma plataforma de amor e apoio”, afirma ela, se referindo ao público LGBTQ.

COMO A GENTE

 

No coquetel de lançamento do clipe de “Provocar”, que aconteceu no Estúdio Som Livre, no Rio de Janeiro, na noite desta quinta, Lexa mostrou que é gente como a gente.

Antes de conceder a entrevista ao F5, pediu a sua equipe que encomendasse um sanduíche caprichado de uma rede de fast food. Depois, caiu na gargalhada quando percebeu que seu short tinha rasgado na parte de trás. A solução? Dar uma abaixadinha no blazer para ver se tampava o pequeno acidente e seguir em frente.
 

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias