Música

Após 'cutucada' em rede social, Rihanna se encontra com presidente francês 

A cantora Rihanna, 29, foi recebida nesta quarta-feira (26) pelo presidente francês Emmanuel Macron, 39, para falar sobre fundos para educação.

Em Paris, o encontro aconteceu cerca de um mês após a cantora perguntar, na rede social Twitter, se o mandatário "se comprometeria com o Fundo da Educação", instituição da qual é embaixadora.

Desde 2012, Rihanna também mantém a Fundação Clara Lionel, uma organização sem fins lucrativos que promove projetos de bolsas de estudo em todo o mundo.

"Eu tive um encontro absolutamente incrível com o presidente e a primeira-dama, eles foram incrivelmente acolhedores", disse a cantora de Barbados, que foi designada por Harvard como a personalidade humanitária do ano.

"Nós conversamos sobre a educação em todo o mundo. Teremos grandes anúncios para setembro e vamos fazer mais na África em outubro", disse a artista. "Este é o ano da educação."

Rihanna foi recebida na escadaria do Palácio do Eliseu, onde fãs se aglomeravam, por Brigitte Macron, 64, mulher do presidente.

TROCA DE MENSAGENS 

No dia 24 de junho, Rihanna usou o microblog Twitter para fazer um pedido ao presidente francês: "Olá, Emmanuel  Macron, a França vai se comprometer com o Fundo da Educação?"

A artista também tuitou mensagens semelhantes ao primeiro-ministro canadense Justin Trudeau, ao presidente argentino Mauricio  Macri, bem como a Steffen  Siebert, porta-voz da chanceler alemã Angela Merkel.

OUTROS VISITANTES 

Além de Rihanna, Brigitte e Emmanuel Macron receberam, nesta segunda-feira (24), o cantor Bono, do U2, que também para falar sobre sua associação humanitária de ajuda à educação, a "One".

Brigitte Macron the wife of French President Emmanuel Macron, left, and founder of the non-governmental organization ONE, U2 singer Bono, pose for the media after a meeting at the Elysee Palace, in Pa
Brigitte Macron, mulher do presidente francês Emmanuel Macron, e o cantor Bono Vox, do U2, posam no Palácio Eliseu, em Paris - Michel Euler; AP


Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem