Multitela

Candidatos ao Oscar de filme estrangeiro já estão disponíveis

Confira destaques da programação desta quarta-feira (2)

Rodrigo Santoro em cena do filme "O Tradutor"
Rodrigo Santoro em cena do filme "O Tradutor" - Divulgação
Tony Goes
São Paulo

Mais de 80 países já escolheram seus representantes na próxima disputa pelo Oscar de melhor filme internacional (ex-filme em língua estrangeira). Dois deles estão em cartaz em São Paulo: “Dor e Glória”, da Espanha, e “Rainha de Copas”, da Dinamarca. Outros virão para a Mostra de Cinema de SP. E alguns já podem ser vistos em casa: é o caso de títulos que passaram pelos cinemas brasileiros, como “Meu Querido Filho”, da Tunísia (12 anos, disponível para compra e aluguel nas principais plataformas).

“O Tradutor”, de Cuba (12 anos, gratuito para assinantes do Telecine Play), tem o brasileiro Rodrigo Santoro. Na Amazon Prime Video está “Gully Boy” (14 anos), da Índia, sobre um rapper de Mumbai. A Netflix disponibiliza três candidatos: “Dear Ex” (14 anos), de Taiwan, sobre uma viúva que descobre que o marido tinha um amante; “Joy” (16 anos), da Áustria, sobre uma prostituta nigeriana em Viena; e “O Sonho de uma Casa” (16 anos), um thriller de Singapura que venceu o Festival de Locarno de 2018.


Metanol – O Líquido da Morte

O Eurochannel está de volta ao cardápio da Claro (ex-NET), no canal 647. Entre suas principais atrações está esta minissérie tcheca em dois episódios, que serão exibidos em sequência nesta quarta (2). A trama se passa em uma fábrica de produtos químicos, onde um funcionário arma um esquema para falsificar bebidas alcóolicas.

Eurochannel, 11h10, 14 anos


Superbonita

No episódio “Meu Cabelo, Minhas Regras”, Camila Pitanga recebe Renata Vasconcellos, a apresentadora do “Jornal Nacional”, que conta como está lidando com seus fios brancos.

GNT, 23h, livre


Realidade Não Documentada

Com produção-executiva da cantora Selena Gómez, esta minissérie documental registra o cotidiano de oito famílias de imigrantes ilegais nos Estados Unidos. Devido às novas políticas de imigração do país, elas podem ser deportadas a qualquer momento.

Netflix, 16 anos


A Câmara do Medo

Em um futuro distópico, o Reino Unido passa por uma violenta guerra civil. Uma mulher acorda em uma cela toda branca, onde é submetida a toda sorte de torturas. Terror e ficção-científica se misturam neste filme, que lembra a série “Black Mirror”.

Studio Universal, 22h, 12 anos

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem