Multitela

Audrey Hepburn ganha maratona de filmes no aniversário de sua morte

A atriz Audrey Hepburn em cena do filme 'Bonequinha de Luxo', de Blake Edwards
A atriz Audrey Hepburn em cena do filme 'Bonequinha de Luxo', de Blake Edwards - Divulgação

TONY GOES
Colunista do "F5"

A carreira da atriz belga, ícone de sofisticação e elegância, é  celebrada por maratona com sete de seus filmes.

Em “Infâmia” (9h30, 12 anos), baseada em uma peça de Lillian Hellman, ela faz uma professora acusada de ter um caso lésbico com uma colega (Shirley MacLaine).

“O Passado Não Perdoa” (11h35, 14 anos) é um faroeste épico dirigido por John Huston, com Burt Lancaster e Lillian Gish no elenco.

Já “Guerra e Paz” (13h50, livre) é uma suntuosa adaptação do romance de Leon Tolstói sobre a invasão napoleônica à Rússia czarista.

“Bonequinha de Luxo” (17h35, livre; foto 1) traz Audrey em seu papel mais famoso: Holly Golightly, garota de programa de alta classe que busca marido rico, mas se apaixona pelo vizinho.

Em “A Princesa e o Plebeu” (19h45, livre; foto 2), sua estreia no cinema, ela namora Gregory Peck em uma Roma em preto e branco, no papel que lhe rendeu o Oscar de melhor atriz de 1953.

“Sabrina” (22h, livre) conta a história de uma moça dividida entre o amor de dois irmãos (Humphrey Bogart e William Holden), filhos do patrão de seu pai.

Este último é seu par em “Quando Paris Alucina” (23h59, livre), comédia romântica sobre um roteirista em crise criativa, com participação de Frank Sinatra.

Telecine Cult, a partir das 9h30


Imigrantes Unidos da América

O canal exibe neste sábado (20) a primeira parte do especial sobre a imigração para os EUA —a segunda passa no domingo (21), no mesmo horário. A estreia foca os primeiros grupos que se instalaram na América do Norte a partir do século 16 e os escravos trazidos à força da África.

History, 21h, 14 anos


Godzilla

Os fãs de anime vão vibrar com este longa original da plataforma —a primeira parte de um épico coproduzido pelo estúdio Toho com a PolygonPictures. A premissa é ambiciosa: em um futuro distante, um famoso monstro radioativo domina a Terra há 20 mil anos. Mas os humanos querem seu planeta de volta.

Netflix, 12 anos


A Lei da Noite

Ben Affleck aproveitou o cacife conquistado com “Argo” (2012)—Oscar de melhor filme— para dirigir e atuar nesta superprodução de época. Ele interpreta um filho de policial que se envolve com o submundo do crime. Nem o visual suntuoso nem o elenco estrelado (Sienna Miller, Zoe Saldana, Chris Cooper) levaram o público ao cinema; talvez valha uma reavaliação agora, na TV paga.

HBO, 22h, 14 anos

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem