Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Tony Goes

BBB 22: Brunna Gonçalves já foi tarde e não fará a menor falta

Excesso de plantas prejudica o reality, que ainda não encontrou seu rumo

Brunna Gonçalves
Brunna Gonçalves - Instagram/Reprodução
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

O que Brunna Gonçalves foi fazer no Big Brother Brasil 22? A bailarina certamente não precisa do dinheiro do prêmio. É casada com Ludmilla, uma das cantoras mais populares do Brasil, e sua própria carreira vai de vento em popa.

Talvez ela quisesse sair da sombra de sua mulher e se tornar famosa por mérito próprio? Ou apenas participar do programa, do qual se diz fã ferrenha? Seja lá qual fosse o objetivo da carioca, não deu muito certo. Brunna teve uma participação apagada e foi merecidamente eliminada nesta terça-feira (22), com 76,18% dos votos do público.

Ela mesma admitiu, ao ser entrevistada por Tadeu Schmidt, que não conseguiu fazer nada do que havia planejado, e que a realidade do jogo é muito diferente do que ela imaginava. Coitadinha: já foi tarde e não fará a menor falta. De qualquer forma, Brunna deixa a competição muito mais conhecida do que entrou.

Só que isto não interessa ao Big Brother Brasil. Desde que passou a incluir nomes mais ou menos famosos no elenco, em 2020, o reality se tornou uma espécie de centro de reabilitação de carreiras. Manu Gavassi, Babu Santana e Camilla de Lucas, entre outros, foram alguns dos integrantes do Camarote que se deram bem, ainda que não tenham se sagrado vencedores.

Mas também houve os casos de Karol Conká e Projota, que não só foram defenestrados com índices altíssimos de rejeição, como cancelados por parte dos espectadores. Era de se esperar que as celebridades desta edição entrariam com cautela na disputa, com medo de sofrer o mesmo destino.

O caso mais exasperante é o de Tiago Abravanel. Ótimo ator e cantor, o neto de Silvio Santos se revelou um chato de galochas uma vez dentro da casa. Líder da turma do deixa-disso, ele efetivamente vem transformando esta temporada numa das mais aborrecidas de todos os tempos.

Mas não é só no Camarote que florescem as briófitas. O grupo Pipoca também está cheio de malas sem alça. Vinícius, por exemplo, que prometia ser muito divertido, caiu de amores por Eliezer, e esta paixão semi-correspondida (o bigodudo segue hétero, pegando geral entre a mulherada) tornou-se sua única narrativa.

Eslô, que deveria ser a Juliette 2.0, anda murcha e chorosa. Só não chora mais do que Jessilane, que não consegue engatar uma conversa com quem quer que seja sem se debulhar em lágrimas.

Jade Picon, que foi líder durante duas semanas seguidas, está meio desarvorada. Sua velha estratégia não deu certo, e ela ainda não encontrou uma nova. Enquanto isso, seu adversário preferencial, Arthur Aguiar, vem fazendo a mais correta leitura do programa. Ele é o único que entendeu que o pessoal aqui fora quer fogo no parquinho, não plantas fazendo fotossíntese.

Esta semana que passou também teve o crescimento de uma jogadora que vem comendo pelas bordas. Sem se envolver em briguinhas bobas, mas sempre se posicionando com firmeza, Linn da Quebrada –ou Lina, como é chamada pelos colegas da casa– é a verdadeira fada sensata desta edição. Não admira que ela venha crescendo na preferência do público. Periga até ser campeã.

Seria lindo uma travesti vencer o BBB. Mas a temporada já caminha para a metade, e as fagulhas ainda não voaram. Boninho e sua equipe devem estar quebrando a cabeça para agitar o jogo, mas nada até o momento surtiu o efeito desejado.

Por que só houve, até agora, uma única prova de resistência, e só com os integrantes do Pipoca? São os patrocinadores que não querem mais, ou a turma do Camarote exigiu em contrato não participar desse tipo de disputa?

E a prova do bate e volta, por que é sempre a mesma todo domingo? Falta verba, falta ideia? Cadê o quarto branco? Cadê o paredão falso? Que tal deixar o público escolher três emparedados e não contar nada para eles? Um belo dia, Tadeu avisa que fulano foi eliminado, assim, do nada. Já pensou?

A eliminação de Brunna Gonçalves foi um toque de despertar para vários participantes. Vamos ver se eles se entregam mais daqui em diante. Vamos ver se a produção encontra maneiras de sacudir o marasmo. O BBB 22 está à beira de se tornar um fracasso histórico, mas ainda dá tempo de virar o placar.

Tony Goes

Tony Goes tem 60 anos. Nasceu no Rio de Janeiro, mas vive em São Paulo desde pequeno. Já escreveu para várias séries de humor e programas de variedades, além de alguns longas-metragens. E atualiza diariamente o blog que leva seu nome: tonygoes.com.br

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem