Tony Goes

Reality de Luana Piovani é ousado e divertido, mas já nasce datado

Atriz ainda estava casada com Pedro Scooby quando gravou o programa

Cena do primeiro episódio de Luana É de Lua sobre fantasias sexuais

Cena do primeiro episódio de Luana É de Lua sobre fantasias sexuais Divulgação

Poucas celebridades brasileiras são mais merecedoras de um reality show do que Luana Piovani. A atriz sempre foi desinibidíssima nas redes sociais. Seus tuítes desbocados renderam até uma treta pública comigo, por causa de uma coluna minha de 2011, aqui no F5. Anos mais tarde, ela expôs muito de sua intimidade no Instagram. Um programa de TV era mera questão de tempo.

Esse programa se chama Luana É de Lua e estreia na próxima terça-feira (25), no canal pago E!, às 21h. Mas o primeiro episódio, "Fantasias Sexuais", já está disponível para os assinantes da plataforma Now. Depois de assisti-lo, cheguei a uma conclusão inesperada: a verdadeira Luana é muito mais recatada do que sugere sua imagem pública.

A primeira temporada de Luana É de Lua foi gravada no Brasil, antes de a atriz se mudar para Portugal. Ela ainda aparece casada com o surfista Pedro Scooby, de quem acabou de se separar. Ele, inclusive, já está namorando a cantora Anitta. Luana, por sua vez, postou fotos na web onde aparece com o ator português Igor Marchesi.

O casal está junto nas primeiras cenas do episódio de estreia, falando sobre o que mais o excita na cama. Mas Scooby não participa do resto do programa: Piovani vai sozinha ao set de um filme pornô, à casa de uma dominatrix e a uma mesa-redonda sobre fantasias sexuais.

Essa mesa-redonda é o momento mais revelador. Luana Piovani admite que até tentou transar com Scooby ao ar livre, mas não conseguiu. O cenário era um recife isolado no Tahiti, longe dos olhos do mundo. A atriz chegou a tirar o biquíni, mas não foi adiante.

Piovani também conta que, solteira e morando em Paris, há alguns anos, achou que seria a oportunidade ideal para encarar uma mulher na cama. Tampouco rolou. "Minha psiquiatra diz que a Luana Piovani sempre chega antes de mim”, ri ela, confessando que há mesmo um descompasso entre a imagem que projeta e sua verdadeira personalidade, bem mais tímida.

Isto não quer dizer que Piovani esteja contida no episódio. Fala palavrões com naturalidade, chicoteia o “escravo” da dominatrix, assiste à gravação de uma cena tórrida do filme pornô “Trisal” –e ainda diz que, se fosse dirigir um título do gênero, seria o melhor de todos os tempos.

Se o resto da temporada mantiver este nível, Luana É de Lua será um dos programas mais divertidos de 2019. Num momento em que o Brasil mergulha na caretice e uma atração como Amor & Sexo (Globo) parece estar com os dias contados, é sensacional que surja um reality sem pudores nem melindres, comandado por uma estrela que nunca teve papas na língua.

E ainda há o bônus de conhecermos um pouco da verdadeira Luana Piovani, que aparece vulnerável quando sai da armadura que criou para si mesma. Nesse ponto, ela não é de lua: é um ser humano normal, tão terrestre quanto qualquer um de nós.

Tony Goes

Tony Goes tem 58 anos. Nasceu no Rio de Janeiro, mas vive em São Paulo desde pequeno. Já escreveu para várias séries de humor e programas de variedades, além de alguns longas-metragens. E atualiza diariamente o blog que leva seu nome: tonygoes.com.br

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias