Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

De faixa a coroa

Miss Mundo 2021: Suspeita de Covid isola candidatas em Porto Rico

Grupo de 7 misses pode não participar da coroação na noite de quinta (16)

Miss Mundo 2021
Participantes do Miss Mundo 2021 - Divulgação
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

O Miss Mundo anunciou que um grupo de candidatas da edição atual foi isolado na tarde de terça (14) por suspeita de ter sido contagiado pela Covid-19. A notícia vem ganhando repercussão principalmente por estarmos às vésperas da final do concurso, agendada para a noite de quinta-feira (16) em San Juan, Porto Rico.

Com isso, segundo a organização, as sete misses em questão podem não vir a participar do show, por razões de segurança. Mesmo assim, elas ainda estarão no páreo para vencer a coroa.

"A Miss World Organisation está seguindo as diretrizes nacionais. Se as misses não produzirem um teste de PCR molecular negativo, eles não estarão no palco para o show final", afirmou Julia Morley, CEO do Miss Mundo, em nota à imprensa local da ilha caribenha.

Ainda segundo a filantropa inglesa que comanda o concurso, caso as misses não sejam liberadas, os jurados vão avaliá-las por meio de vídeos pré-gravados.

"Sabendo da gravidade dessa situação global que todos enfrentamos, tomamos providências para capturar o talento único de cada concorrente para que, caso não pudessem se juntar a nós na noite da final, ainda possam vencer a coroa de Miss Mundo 2021. O painel de jurados analisará o conteúdo de seus vídeos pré-gravados para tomar a decisão final", continuou a inglesa.

"Somos uma organização global experiente e responsável, e estamos bastante entusiasmados para comemorar nosso 70º aniversário em Porto Rico, e ainda continuarmos dedicados à saúde e segurança de nossas participantes e do povo porto-riquenho", disse. "Queremos ainda garantir a todos que a Miss World Organisation, desde o primeiro dia, implementou um protocolo rigoroso e agressivo de coleta de amostras de todas as candidatas por meio de testes de PCR molecular", detalhou.

Morley, no entanto, não confirmou oficialmente quem são as postulantes que foram isoladas. Porém, fóruns de misses em todo o mundo especulam que sejam as representantes da Indonésia, Índia, Tanzânia, México, Nigéria, Somália e Filipinas. Entretanto, a forma como o contágio pode ter acontecido, é ainda incerta.

A brasiliense Caroline Teixeira, 24, testou negativo para o vírus e segue cumprindo a agenda da competição normalmente, respeitando todas as medidas de proteção impostas. A informação sobre Carol foi confirmada pela coluna com Henrique Fontes, diretor da franquia nacional, que está na ilha para acompanhar o espetáculo na quinta. Em entrevista para a coluna publicada nesta quarta-feira (15), a modelo se disse ansiosa para a final.

UM MÊS DE CONCURSO

Diferente do Miss Universo, que totaliza por volta de uma semana, o Miss Mundo tem duração de cerca de um mês. Para se ter uma ideia, a Miss Brasil embarcou rumo ao confinamento no dia 20 de novembro. Além disso, o grupo de candidatas é sempre enorme, tanto que neste ano são 97 jovens dos quatro cantos do planeta disputando o trono.

No período, as misses cumprem uma agenda onde participam de uma série de atividades culturais, além de provas como talento, esporte, top model, multimídia, entrevista com júri técnico e a defesa de um projeto social desenvolvido por cada uma em seus países. Todas essas etapas valem pontos classificatórios, e ao longo do confinamento as meninas mais bem-sucedidas entram no grupo do primeiro corte, que é de 30 semifinalistas.

Esta é a primeira vez que o Miss Mundo acontece em um país latino. A coroação será no palco do Coca Cola Music Hall, na ilha caribenha, com transmissão internacional da Telemundo e, no Brasil, pelo serviço pago DirectvGo. O show deve contar ainda com a presença de algumas das rainhas anteriores da franquia, que serão convidadas especiais.

A atual detentora do título de Miss Mundo é a jamaicana Toni-Ann Singh, coroada em dezembro de 2019, em Londres. Na ocasião, a mineira Elis Miele, antecessora de Carol, deixou os fãs brasileiros em êxtase ao entrar no Top 5. Toni-Ann é a Miss Mundo que está há mais tempo no cargo, uma vez que a organização decidiu não realizar concurso em 2020 por conta da pandemia.

De faixa a coroa

Fábio Luís de Paula é jornalista especializado na cobertura de concursos de beleza, sendo os principais deles o Miss Brasil, Miss Universo, Miss Mundo e Mister Brasil. Formado em jornalismo pelo Mackenzie, passou por Redações da Folha e do UOL, além de assessorias e comunicação corporativa.
Contato ou sugestões, acesse instagram.com/defaixaacoroa e facebook.com/defaixaacoroa

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem