Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui para continuar.

Zapping - Cristina Padiglione

Mais dois diretores estão de saída da Globo

Maurício Farias e Marcelo Travesso encerram vínculo de 30 anos com a emissora

Marcelo Travesso, diretor de TV
Marcelo Travesso, diretor de TV - Reprodução youTube
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Mais um diretor de teledramaturgia deixou a Globo neste fim de mês. Com 30 anos de casa e 25 novelas no currículo, Marcelo Travesso encerra seu vínculo de exclusividade com a emissora. Ele integrou a equipe de títulos como "América", "O Tempo não Para", "Deus nos Acuda", "Império" e "A Próxima Vítima", entre outras.

Filho de Nilton Travesso, um dos pioneiros da TV no Brasil, Marcelo começou a trabalhar na direção de novelas ao lado de outros dois herdeiros de veteranos, em "Despedida de Solteiro" (1992): Carlos Manga Jr., filho de Carlos Manga, e Rogério Gomes, o Papinha, que também se despediu da Globo após assinar a direção artística de "Pantanal".

Marcelo passa a se dedicar a um longa-metragem que escreveu durante a pandemia, sobre um homem que perde tudo e passa a vagar pelas ruas de São Paulo.

Mauricio Farias - João Miguel Júnior/Globo

GRANDE FAMÍLIA

Maio também termina com a saída de Maurício Farias, diretor artístico que assinou a novela "Um Lugar ao Sol" e é responsável por projetos de grande sucesso, como a volta e a multiplicação de "A Grande Família", que nasceu a partir de apenas 90 episódios feitos originalmente nos anos 1970 por Oduvaldo Vianna Filho, o Vianinha, e acabou ficando no ar por 14 anos.

Farias também é a cabeça de comando por trás das bem-sucedidas "Tapas e Beijos" e "Tá no Ar: A TV Sem TV", humorístico criado ao lado de Marcius Melhem e Marcelo Adnet. Casado com a atriz Andréa Beltrão, Maurício dirigiu "Hebe", o filme e a série, ambas roteirizadas por Carolina Kotscho.

Assim como Marcelo Travesso, Maurício também nasceu em família sintonizada com o audiovisual, sendo filho do cineasta Roberto Farias e, portanto, sobrinho de Reginaldo Faria.

Farias tem convite da Globo para dirigir a próxima novela de Lícia Manzo, com quem fez boa dobradinha em "Um Lugar ao Sol". Ela deve apresentar em breve uma nova história para a faixa das 18h. Se topar a empreitada, assinará um contrato apenas pela obra em questão, como rezam os novos modelos de acordo na casa.

Outro nome que deixou o time de diretores de dramaturgia da Globo recentemente foi Maria de Médicis --aliás, responsável pelo especial de Natal "Juntos A Magia Acontece", com Milton Gonçalves, tão mencionado nesta segunda (30), por ocasião da morte do ator. Maria também foi diretora-geral de "Segundo Sol" (2018), de João Emanuel Carneiro, e "Rock Story" (2017), de Maria Helena Nascimento, entre outras novelas.

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem