Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui para continuar.

Zapping - Cristina Padiglione

Final entre Flamengo e Galo multiplica audiência da Globo

Em rede nacional, Supercopa bateu placar do Mundial de Clubes na Band

Hulk celebra vitória sobre o rubronegro - REUTERS/Adriano Machado
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

O inédito título da Supercopa conquistado pelo Atlético-MG sobre o Flamengo, após incríveis 24 cobranças na disputa de pênaltis, rendeu à TV Globo um bom fermento de crescimento na faixa horária, segundo dados consolidados da Kantar Ibope.

Na capital carioca, marcou 28 pontos de média e 53% de participação entre o total de TVs ligadas. Isso equivale a um crescimento de 87% de audiência no horário, em relação ao saldo dos quatro domingos anteriores, que somou 15 pontos de média e 30% de participação.

A partida trouxe à Globo no Rio a maior audiência da faixa aos domingos em um ano na região, desde 21 de fevereiro de 2021. Liderou o horário com mais que o quíntuplo de audiência (460%) do segundo colocado, no caso, o SBT, que somou 5 pontos. O placar se igualou à maior audiência de uma Supercopa, registrada na edição passada entre Flamengo x Palmeiras.

Em Belo Horizonte, a transmissão atingiu 26 pontos, o que equivale a 86% de crescimento, com 48% de participação no universo de TVs ligadas.

Já no Painel Nacional de Televisão, que soma as 15 regiões metropolitanas de maior consumo do país, a decisão marcou 21 pontos e 41% de participação, crescimento de 62% de audiência no comparativo da faixa horária com os quatro domingos anteriores, que somou 13 pontos de média e 27% de participação.

O placar em território nacional superou em 2 pontos de audiência a média da final do Mundial de Clubes, entre Palmeiras e Chelsea, transmitida pela Band no dia 12 de fevereiro, que segue sendo o programa mais visto do ano na Grande São Paulo.

Por falar na Pauliceia, mesmo sem uma equipe do estado disputando taça, o jogo também teve destaque: marcou 19 pontos e 36% de share, um crescimento de 29% de audiência na faixa horária. O resultado se iguala ao saldo obtido na região com a final entre Flamengo e Palmeiras.

Segundo a Kantar Ibope, que mensura audiência de TV no Brasil, cada ponto de audiência em 2022 equivale a 713.821 telespectadores no PNT, 205.755 indivíduos na Grande São Paulo, 124.693 pessoas na Grande Rio, e a 55.282 na Grande Belo Horizonte.

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem