Zapping - Cristina Padiglione

'Conversa com Bial' volta ao ar em março, ainda de modo remoto

Entrevistar Lula é uma das metas do ano, com foco na eleição presidencial

Pedro Bial
O apresentador Pedro Bial - Reprodução Conversa com Bial/Globo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

O Conversa com Bial entrará em seu 6º ano ainda com entrevistas remotas e um pé calçado na eleição presidencial marcada para outubro. O assunto, que já vinha pautando encontros promovidos no ano passado, como os de Fernando Henrique Cardoso, Fernando Haddad (PT) e Eduardo Leitte (PSDB), ganha ainda mais fôlego nesta temporada.

Bial volta a gravar no meio de fevereiro, para entrar no ar em 7 de março.

Uma das metas da equipe é vencer a resistência de Lula a ir ao programa, de preferência neste primeiro semestre.

Em abril do ano passado, Bial disse, em entrevista ao Manhattan Connection, então na TV Cultura, que só entrevistaria o petista se ele se submetesse a um polígrafo, aparelho que denuncia quando alguém está mentindo.

A declaração, explicou Bial depois, era uma reação do jornalista a outra afirmação de Lula, que disse que só daria entrevista à Globo se fosse ao vivo, levantando suspeitas sobre a honestidade da emissora no trabalho de edição sobre o que ele diz.

Pouco tempo depois dessa troca de alfinetadas, Bial aproveitou a presença de Fernando Haddad no programa para tornar público, ao final da conversa, o convite para que Lula apareça por lá. Mas em outubro, ao dizer que Lula "representa o passado", Bial acabou provocando outra reação no petista, que reagiu perguntando se "novo" seria "a fome".

Até em razão dessa troca de acusações, é grande a torcida para que o encontro entre os dois de fato aconteça diante das câmeras. Bial já entrevistou Lula no passado, inclusive como presidente da República.

E é claro que a agenda do programa com pauta nas eleições deverá evitar choques com os interesses do jornalismo da Globo, que também programa sua série de entrevistas com presidenciáveis para a bancada do Jornal Nacional e planeja realizar debates para os pleitos federal e estaduais.

Como aqui já foi dito no final do ano, o Conversa com Bial seguirá com entrevistas remotas e algumas presenciais, com o apresentador indo até o entrevistado, mas nada de estúdio e nada de plateia.

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem