Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Zapping - Cristina Padiglione
Descrição de chapéu Séries

Fim de ano: Confira 5 produções da Netflix protagonizadas por atores negros

Coluna selecionou uma lista de filmes e séries sobre a temática

Quando a mais preciosa criação de Jeronicus é roubada por um aprendiz de confiança, o velho mestre passa a ficar recluso de suas atividades; é aí que sua neta decide fazer uma obra-prima para salvar a magia do natal - Gareth Gatrell/Netflix
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Campinas

Quem não gosta de uma boa sessão de filmes natalinos? O gênero cria diálogos com histórias que vão desde os dramas familiares até os clássicos da comédia romântica. A coluna separou 5 produções audiovisuais da Netflix protagonizadas por estrelas do cinema negro para você dar tchau ao natal deste ano (ou se preparar para o próximo). Confira a lista:

"Uma invenção de natal" (2020)

O filme musical norte-americano conta a história de uma dupla responsável pela criação de brinquedos magníficos: Jeronicus Jangle (Forest Whitaker) e sua neta Journey (Madalen Mills). Quando a mais preciosa criação de Jeronicus é roubada por um aprendiz de confiança, o velho mestre passa a ficar recluso de suas atividades. É aí que sua neta decide fazer uma obra-prima para salvar a magia do natal e seu avô.

"Um Crush Para o Natal" (2021)

Por falar em identificação, "Um crush para o Natal" é uma comédia romântica que ilustra uma das frases mais faladas entre as tias e tios do Brasil: "E os namoradinhos?" Essa pressão fez com que Peter (Michael Urie) tentsse se livrar do título de solteirão da família, finalmente levando para casa um namorado. Após sofrer uma desilusão amorosa, o protagonista decide levar seu melhor amigo, Nick (Philemon Chambers), para passar o Natal com seus parentes em sua cidade natal. O combinado era eles fingissem ser namorados, mas nessa época do ano existem poucos limites para o amor, não é verdade?

"Como Acabar Com o Natal" (2020/2021)

Outra boa indicação para o Natal em família. Em duas temporadas, a série sul-africana acompanha as desventuras de Tumi (Busi Lurayi) no Natal. A personagem sempre acaba em confusões envolvendo seus parentes durante as festividades de fim de ano, narradas pela comédia dramática de forma a gerar inusitadas identificações com histórias reais. Um ponto a se destacar é a presença de elementos culturais da África do Sul, como a construção matriarcal das famílias. Vale conhecer!

"Uma Esposa de Natal" (2021)

Ao maior estilo, "amor é tudo igual, só muda o endereço", o filme é uma comédia nigeriana que conta a história de Agatha Agu (Rachel Oniga), uma mãe religiosa que sonha em ver seus três filhos casados ​​até o Natal. Para isso, ela decide fazer uma competição entre eles: aquele que se casar primeiro fica com a casa da família. Precisando de dinheiro por motivos diferentes, Ugo (Kunle Remi), Obi (Efa Iwara) e Chike (Abayomi Alvin) se envolvem em situações inusitadas em busca de uma noiva.

"Arranjo de Natal" (2021)

E por falar em romance natalino, "Arranjo de Natal" não poderia ficar de fora. A série francesa conta a história do improvável amor entre um rapper famoso e uma jornalista de personalidade forte. A trama, que se desenvolve durante as festas de Natal, subverte o clichê e mostra que nem tudo é sobre superar as diferenças, convidando o público a refletir sobre o que o amor pode transformar durante uma relação sincera.

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem