Zapping - Cristina Padiglione
Descrição de chapéu jornalismo

Fake news afetam D. Pedro 2º em 'Nos Tempos do Imperador'

Se fosse hoje, Tonico Rocha seria alvo de investigação do STF

Dom Pedro 2º ( Selton Mello ) e Tonico Rocha ( Alexandre Nero ) - João Miguel Júnior/Globo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Se fosse um personagem do nosso tempo, Tonico Rocha, o vilão da novela das seis, "Nos Tempos do Imperador", certamente seria alvo de investigações da suprema corte sobre as fake news que assolam a nossa política.

Notícias falsas, afinal, não são um mal da nossa era, mas com as redes sociais, ganharam uma dimensão muito maior, em razão da velocidade com que tudo se espalha. O objetivo de quem produz isso é incendiar reputações ou simplesmente gerar um cenário de pânico para deixar as pessoas inseguras, dependentes de figuras que se apresentam com manto de herói, os chamados mitos.

Ambientada na época de D. Pedro 2º, a novela de Thereza Falcão e Alessandro Marson, "Nos Tempos do Imperador", logo dará ao seu vilão, o deputado Tonico Rocha, papel de Alexandre Nero, sua maior arma na disputa pelo poder: informação. Como não havia redes sociais naquele tempo, e sequer rádio havia, o meio mais veloz de propagar fake news era o jornal. Assim, o deputado comprará um jornal e o batizará como "O Berro".

A condição de dono de jornal aparece na próxima fase da trama, no ar a partir do capítulo 37, programado para segunda-feira, dia 20. Nos capítulos que se seguem, veremos Tonico se gabar de ter comprado um veículo de comunicação só para poder "malhar" D. Pedro. O sujeito ainda aproveita o espaço para destruir a reputação de Pilar (Gabriela Medvedovski), que fugiu de se casar com ele no passado.

Na nova fase, Pilar estará de volta dos Estados Unidos, formada em medicina, como sempre sonhou, mas uma notícia falsa publicada em O Berro afastará os pacientes da nova doutora. Bem que Nero comentou, à época do lançamento da novela, que Tonico, embora seja um personagem fictício, seria certamente a figura mais realista do enredo.

Confira abaixo um trecho do capítulo 37, ao qual a coluna teve acesso, em que Tonico fala ao aliado, Nélio (João Pedro Zappa) de seus objetivos como dono de jornal:

"Cena 26: Jornal - sala - interior, dia - Abre na charge de Dom Pedro dormingo, uma charge que foi publicada na época.

Tonico: O imperador dormindo o sono da indiferença! Enquanto isso, o Brasil vai para a cucuia! Muito bom! Comprei esse jornal foi para isso mesmo, para descer o malho nele todo dia. Não à toa, dei esse nome: O Berro!

Nélio: Você não vai à Câmara hoje? Os deputados estão reunidos para falar sobre a última enchente.

Tonico: Se tiver votação de projeto de Dom Pedro, eu vou, só para votar contra!

Nino (repórter): Eu estava à cata de notícias, Tonico. E olhe o que descobri: Um navio inglês, o Prince of Walles, naufragou no sul e sua carga foi roubada. O embaixador inglês, William Christie quer que o Brasil assuma a culpa pelo saque. Exige retratação! O Imperador está tentando abafar o caso.

Tonico: Sabe que eu simpatizo com esse embaixador? Escreva isso. Queria ver a cara de Dom Pedro quando abrir o Berro e ler o que vamos publicar. Capriche, quanto pior, melhor."

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem