Zapping - Cristina Padiglione
Descrição de chapéu STF

Com perdão de Sérgio Reis, Cabrini eleva audiência do Domingo Espetacular

Revista da Record venceu Silvio Santos mais uma vez

Sérgio Reis dá entrevista para Roberto Cabrini
Sérgio Reis dá entrevista para Roberto Cabrini - Divulgação/Record
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Sempre em busca de entrevistas exclusivas relacionadas à principal polêmica de cada semana, Roberto Cabrini mais uma vez foi responsável pelo pico de audiência do Domingo Espetacular, da Record, dessa vez alcançando 10,7 pontos de média com uma conversa inédita com Sérgio Reis.

Foi a primeira vez que o cantor falou após virar alvo de investigação da Polícia Federal por incitar o fechamento do STF e conclamar os seguidores do presidente Jair Bolsonaro a exigirem voto impresso nas próximas eleições. Reis falou também em nome dos caminhoneiros, tendo sido desmentido pela categoria.

O pico do Domingo Espetacular, ainda durante a Grande Reportagem de Cabrini, foi de 12 pontos. Durante a exibição da entrevista, das 20h41 às 21h12, o SBT obteve 7,1 pontos. No saldo total, das 19h47 às 23h15, o programa somou 8,7 pontos.

Nesse período, o SBT ficou com 6,9, exibindo uma reprise de antigas cenas do Programa Silvio Santos. O empresário não pode gravar programa inédito para esta semana porque ainda se recupera da Covid.

Exibido a partir das 20h e concorrendo com o Domingo Espetacular quase em tempo integral, o Fantástico (Globo) ficou com 19,4 pontos na Grande São Paulo, liderando o ranking com folga. Cada ponto na região equivale a 205.377 pessoas.

Na conversa com Cabrini, Reis admitiu que errou e se desculpou, mas fez questão de ressaltar que não é "bandido". "Fui massacrado esses dias, nunca me telefonaram tanto na minha vida. Não estava bem física e emocionalmente para dar entrevista, porque estou triste", disse.

"Tenho consciencia [que errei], mas não tem problema. Não matei, bati e nem ofendi ninguém. Não mereço ser preso", disse o cantor. "Eu errei, quem não erra? Quem não faz bobagem um dia?"

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem