Zapping - Cristina Padiglione

Filme polêmico de Xuxa, 'Amor Estranho Amor' será exibido na televisão

Proibido desde 1991, longa passará no Canal Brasil, à 0h30 do dia 11 de fevereiro

Xuxa
'Amor Estranho Amor' será exibido no Canal Brasil - Reprodução
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

“Amor Estranho Amor” será finalmente exibido na TV nesta quinta-feira (11), pelo Canal Brasil, à 0h30. Para quem não lembra, o polêmico filme no qual Xuxa Meneghel, 57, contracena com um menino de 12 anos. Desde 1991, a apresentadora conseguiu barrar a exibição do longa na Justiça, pagando anualmente por seus direitos de exibição.

Durante 30 anos, Xuxa pagou o equivalente, em valores atuais, a R$ 345 mil por ano pelos direitos de exibição do longa-metragem. Ela também já processou àqueles que usavam sua participação na película para acusá-la de pedofilia, como fez com o apresentador Sikêra Jr, em novembro de 2020.

Recentemente a Rainha dos Baixinhos desistiu de combater acusações de que haveria transado com um garoto no filme, alegando que aquilo não era real. “As pessoas levantam essa bandeira falando que transei com um garoto de 13 anos. Eu não transei, aquilo é ficção. Se não, o Arnold Schwarzenegger estaria preso por ter matado um monte de gente nos filmes dele”, disse a apresentadora ao Fantástico no fim de 2020.

Na mesma entrevista, Xuxa contou que Pelé, com quem namorava na época, a incentivou a rodar o longa, dizendo que seria importante para a carreira dela. "Quem não viu o filme, por favor, veja. Porque esse filme fala de uma coisa muito atual, que é a exploração infantil. Isso é a realidade de muita gente", finalizou, demonstrando ter mudado sua postura em relação à exibição do longa.

No filme de Walter Hugo Khoury, lançado em 1982, Xuxa fazia o papel de Tamara, menina de 15 anos que foi vendida para um prostíbulo. Na cena mais comentada e polêmica do longa, a personagem tinha uma relação sexual com um garoto de 12 anos, interpretado por Marcelo Ribeiro, com quem a apresentadora contracenou nua.

Leia a coluna completa clicando aqui.

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem