Zapping - Cristina Padiglione

Compacto de 'Fina Estampa' substitui 'Amor de Mãe' na Globo

Emissora decidiu suspender gravação de novelas por causa do coronavírus

O ator Marcelo Serrado como o Crô da novela "Fina Estampa"
O ator Marcelo Serrado como o Crô da novela "Fina Estampa" - Leticia Moreira-15.dez.2011/Folhapress

A Globo vai reprisar a novela "Fina Estampa" (2011), de Aguinaldo Silva, na mesma faixa em que a trama foi ao ar: 21h. A estreia está prevista para a próxima segunda-feira (23). Esta será uma medida de emergência tomada em decisões que se alongaram durante todo o fim de semana entre a alta direção da emissora, visando a interrupção imediata das gravações de todas as novelas da casa, inclusive a das nove, "Amor de Mãe".

Em nome das prevenções necessárias para evitar a expansão do coronavírus, a Globo interrompeu o expediente dos folhetins que estão no ar e das próximas produções das 21h e das 18h, "Nos Tempos do Imperador", que estrearia no final deste mês.

Outras reprises estão em estudo para esses horários. De Aguinaldo Silva, autor recém-dispensado pela Globo após mais de 40 anos de trabalho, "Fina Estampa" é protagonizada por Christiane Torloni e Lilia Cabral. Atemporal, a trama traz ainda Alexandre Nero e Dira Paes, um casal que abordava a questão da violência doméstica, e a caricatura do gay afetado e divertido, Crô, papel que rendeu mais dois filmes a Marcelo Serrado.

A direção da Globo passou esta segunda-feira (16) em reunião definindo as novas diretrizes da programação em função das prevenções ao coronavírus. Recém-chegada ao capítulo 100, "Amor de Mãe" sofrerá um hiato, como se fosse a primeira temporada de uma série, bem no momento em que Thelma (Adriana Esteves) descobre que Danilo (Chay Suede) é o mesmo Domênico que Lurdes (Regina Casé) procura desde o início da novela de Manuela Dias. A produção deve ser retomada em um prazo de dois a três meses, ou mais, a depender do combate à expansão do covid-19.

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 48, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem